Incêndio em Trabiju teria começado com fogo ateado em canavial

Digiqole ad

O incêndio de grandes proporções que atingiu Trabiju na noite deste sábado (3) teria começado com fogo ateado em um plantio de cana em um sítio. Na cidade, as chamas se iniciaram durante a tarde, porém a ventania acabou alastrando o fogo na noite e, consequentemente, causando destruição.

A nossa equipe acompanhou de perto a situação na cidade, inclusive com imagens registradas e outras recebidas por cidadãos (Veja abaixo). Pela região, existiam plantações e a preocupação também era com granjas e residências do local. Os moradores, inclusive, foram evacuados pelos policiais por conta do risco. No entanto, a granja e as casas não foram afetadas. Já o entorno, foi tomado pelas chamas. Uma das vantagens que pode ter contribuído para que a granja não pegasse fogo foi o fato do mato por lá estar roçado e baixo. 

O Corpo de Bombeiros não chegou antes porque atendia uma ocorrência de queimada de grande proporção em Araraquara, em que precisou do apoio de todas as unidades. No início da madrugada, por volta das 1h, o fogo pela região de Trabiju foi controlado, tanto próximo da pista que liga o município até Boa Esperança do Sul quanto pela região da granja.

Segundo informações do boletim, ao chegar no local foi constatado que o caminhão pipa da Prefeitura de Trabiju já fazia o apoio no combate ao fogo, no entanto, devido a mata nativa e os morros, não foi possível conter as chamas por toda a região.

De acordo com uma vítima, o incêndio teria começado em um sítio vizinho, onde funcionários teriam colocado fogo no próprio plantio de cana. Com isso, a situação saiu do controle e causou o incêndio nas propriedades vizinhas e mata nativa. 

Ainda conforme registrado, as chamas atingiu gado, veículo e implementos agrícolas. O contato com o delegado foi feito e a perícia foi acionada. 

Queda de energia

De acordo com uma nota da CPFL Paulista enviada para o Araraquara Agora, foi registrada uma interrupção no fornecimento de energia para parte dos clientes de Dourado, após a rede elétrica da revisão ser atingida por incêndios/queimadas. As equipes da companhia foram mobilizadas e isolavam o local para garantir segurança e normalizar o fornecimento de energia.

“Além de todos os danos ambientais que as queimadas vêm causando por todo o país nos últimos meses, essa prática também tem trazido transtorno para o fornecimento de energia por todo interior de São Paulo, principalmente nos municípios atendidos pela CPFL Paulista”, diz a empresa em nota. 

Entre em nosso grupo do WhatsApp: https://bit.ly/3eUyDlr

Veja vídeo: moradores são evacuados de casas após mega-incêndio em Trabiju

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *