13/05/2021 às 13h46min - Atualizada em 13/05/2021 às 15h24min

Higienização das mãos: água e sabão x álcool em gel

Higienizar as mãos, principalmente com água e sabão, é extremamente eficaz na eliminação de vírus e bactérias que podem levar a uma infecção.

DINO
https://www.drakeillafreitas.com.br
lavar as mãos


O ato de higienizar as mãos, principalmente com água e sabão, é extremamente eficaz na eliminação de vírus e bactérias que podem levar a uma infecção.

Existem vírus capazes de sobreviver por horas, ou até mesmo dias fora do organismo humano. Por isso a higienização das mãos com sabão, desinfetantes, géis à base de álcool e não só água corrente é um passo importante da prevenção contra doenças.

Água e sabão são mais potentes do que o álcool em gel?

Os vírus têm formas de nanopartículas automontadas compostas por vários elos. Entre eles, o elo considerado mais fraco é a chamada bicamada lipídica ou gordurosa (lipídios), entre os outros elos estão distribuídos proteínas e ácido ribonucleico (RNA).

Os sabonetes e sabões em geral são feitos por meio de moléculas em formato de pinos, como aqueles de jogos de tabuleiro, com cabeças hidrofílicas - que prontamente se ligam à água - e também caudas hidrofóbicas, que evitam a água e conectam-se com óleos e gorduras.

Ao lavar as mãos com água e sabão, os micro-organismos presentes na região são cercados pelas moléculas do sabonete que tentam escapar da água e acabam quebrando os elos de gordura presentes nos vírus. Com isso, os vírus começam a se desfazer e são eliminados da pele.

Com o álcool em gel, as partículas de vírus também são quebradas, porém, é necessário uma boa concentração (álcool 70%) para atingir essa ruptura.

O álcool em gel a 70% possui a mesma eficácia para a higienização das mãos que a água e sabão desde que não haja sujidade visível nas mãos.

Quando higienizar as mãos:

Após contato com superfícies com risco de contaminação;
Após contato com pessoas supostamente infectadas;
Após utilizar o banheiro;
Antes de comer;
Após tossir, espirrar ou assoar o nariz.

Como lavar as mãos?

Para eliminar todos os vírus e bactérias que possam estar alojados nas mãos, é preciso lavá-las de uma maneira específica respeitando os seguintes processos ao lavar as mãos:

Molhar as mãos com água até os punhos e depois use uma quantidade de sabão que seja suficiente para cobrir essas duas áreas; ou aplicar uma quantidade de álcool em gel suficiente para ser espalhado totalmente
Esfregar toda a superfície das palmas e costas das mãos;
Esfregar entre os dedos, unhas e pulso;
Enxaguar com água corrente abundante;
Secar a região com uma toalha limpa (Importante manter uma toalha individual para evitar contaminações futuras) ou toalha descartável.

Existem outras formas de impedir a propagação do vírus além da lavagem das mãos?

Além da higienização frequente das mãos, existem sim outras medidas que podem prevenir o contágio de diversas infecções, sendo elas:

Evitar o contato próximo com pessoas que apresentem sintomas de gripes e resfriados;
Utilizar de técnicas de etiqueta respiratória, como cobrir a boca ao tossir e espirrar;
Evitar cumprimentar com beijos e abraços, assim como o compartilhamento de utensílios como talheres e copos;
Evitar levar as mãos ao rosto principalmente em direção aos olhos, boca e nariz;
Limpar superfícies como celulares, maçanetas, teclados, telefones fixos e corrimões com mais frequência, a fim de eliminar possíveis focos de vírus.

Em casos de Covid-19, é essencial ficar atento a sintomas e seus agravamentos como aparecimento de febre alta, tosse ou dificuldade respiratória. Caso aconteça, é recomendado procurar atendimento médico imediato para melhor avaliação.

Dra. Keilla Freitas
Av Ibirapuera, 2907 - Conjunto 1618
CEP: 04029-200
São Paulo - SP
Telefone: (11) 3522-9515
WhatsApp: (11) 96581-5547



Website: https://www.drakeillafreitas.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »