06/05/2020 às 19h37min - Atualizada em 06/05/2020 às 19h38min

Em novo recorde, "gripezinha" do coronavírus matou 615 brasileiros nas últimas 24 horas

Chamada de "gripezinha" pelo presidente Jair Bolsonaro, a pandemia do coronavírus estabeleceu hoje seu mais triste recorde até agora, com a confirmação de 10.503 novos casos confirmados e 615 mortes.

Segundo o último balanço, os últimos dados são:

  • Eram 7.921 mortes ontem (5) e agora são 8.536 mortes. Foram 615 mortes confirmadas em 24 horas;
  • Eram 114.715 casos confirmados na terça-feira(5) e agora são 125.218. Foram 10.503 casos em 24 horas;
  • 65.312 pacientes estão em quarentena (52,2%)
  • 51.370 pacientes são considerados curados (41,0%)

O ministro da Saúde, Nelson Teich, admitiu que o país não está no pico e talvez ainda esteja longe de ver a curva entrar em uma descendente.

Teich assumiu que algumas cidades terão que pensar em adotar os chamados bloqueios totais (lockdown). "Vai ter lugar em que o lockdown é necessário, vai ter lugar em que eu vou poder pensar em flexibilização. O que eu preciso é que a gente pare de tratar isso de uma forma radical", disse.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »