05/01/2022 às 12h22min - Atualizada em 05/01/2022 às 12h55min

Aumento da demanda força prefeitura de Belo Horizonte a ampliar leitos

A maior procura da população por atendimento médico também motivou a prefeitura de Belo Horizonte a estender o horário de funcionamento de nove centros de saúde.

Agência Brasil
https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-01/aumento-da-demanda-forca-prefeitura-de-belo-horizonte-ampliar-leitos

Diante do crescente número de pacientes com problemas respiratórios e sintomas gripais buscando atendimento em unidades públicas de saúde de Belo Horizonte (MG), a prefeitura da capital mineira anunciou que vai ampliar o atual número de leitos para internação hospitalar.



Em nota, a prefeitura informou que a abertura de até 70 leitos de enfermaria para atender a pacientes que precisem ser internados por questões respiratórias está prevista para ocorrer até o próximo fim de semana.



Ainda na nota, a pasta esclarece que os pacientes com sintomas gripais podem, se necessário, ocupar leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e de enfermarias destinados ao atendimento de pessoas com covid-19, mesmo que a infecção pelo novo coronavírus ainda não tenha sido diagnosticada, pois os sintomas das doenças são semelhantes.



Considerando os 22 hospitais da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) e os 22 da rede suplementar, ou seja, privados, Belo Horizonte conta, até o momento, com 201 leitos de UTI aptos a receber pacientes diagnosticados com covid-19. Destes, 64% estavam ocupados na tarde desta terça-feira (3). Além disso, a cidade conta com 466 vagas em enfermarias para covid-19, das quais 75% estavam ocupadas ontem a tarde.



Quando analisados apenas os hospitais públicos, a demanda por leitos de enfermaria já excede a oferta. Com 220 vagas para cuidar de pacientes com a covid-19 em enfermarias de unidades de saúde da rede SUS, a Secretaria de Saúde atendeu a 236 pessoas no último domingo (2) e a 231 casos na segunda-feira (3).



Segundo a secretaria municipal de Saúde, a taxa de ocupação de leitos de enfermaria na rede SUS superior a 100% da capacidade não significa que pessoas estejam deixando de ser atendidas. “Estes pacientes além dos 100% estão internados nos hospitais utilizando todos os recursos que um paciente com esse perfil necessita, como insumos e equipamentos”, garantiu a pasta.



Funcionamento



A maior procura da população por atendimento médico também motivou a prefeitura de Belo Horizonte a estender o horário de funcionamento de nove centros de saúde como forma de desafogar as Unidades de Pronto Atendimento (Upas).



Além de passarem a funcionar das 7h às 22h30 de segunda-feira a sexta-feira, as unidades escolhidas (uma por regional) também estarão abertos aos finais de semana e feriados, entre as 7h e as 22h. Para isso, a prefeitura anunciou um incremento de 173 profissionais de saúde, sendo 84 deles, médicos.



Já no último dia 29, quando anunciou a medida, o prefeito Alexandre Kalil chamou a atenção para a situação. “Há uma epidemia de gripe no Brasil inteiro e nós não podemos simplesmente assistir. Temos que seguir o exemplo do que tem sido feito durante a pandemia de covid-19 e tentar atuar da forma mais rápida possível para que o problema seja amenizado”.



Na mesma ocasião, o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, comentou que só a demanda por leitos para crianças com problemas respiratórios tinha aumentado 75% nas duas semanas anteriores – período em que os centros de saúde da capital mineira registraram um aumento de 46% no número de casos de síndrome respiratória.



“Todas as pessoas com sintomas de doenças respiratórias que procurarem nossas unidades farão o teste antígeno. Grávidas, puérperas ou pessoas com comorbidade que tiverem sintomas respiratórios, com teste rápido negativo, serão submetidas também ao PCR”, garantiu o secretário.



As unidades que vão funcionar com horário ampliado são as seguintes:



Regional Oeste - Centro de Saúde Vila Imperial - Rua Guilherme Pinto da Fonseca, 350, Madre Gertrudes



Regional Leste - Centro de Saúde Vera Cruz- Praça Pedro Lessa, 36, Vera Cruz



Regional Centro-Sul - Centro de Saúde Nossa Senhora Aparecida - Rua Paulino Marquês Gontijo, 109, Novo São Lucas



Regional Pampulha - Centro de Saúde Santa Terezinha - Rua Senador Virgílio Távora, 157, Santa Terezinha



Regional Venda Nova - Centro de Saúde Jardim Europa - Rua Edimburgo, 140, Jardim Europa



Regional Norte - Centro de Saúde Floramar - Avenida Saramenha, 3, Guarani



Regional Nordeste - Centro de Saúde Cachoeirinha - Rua Borborema, 1.325, Cachoeirinha



Regional Noroeste - Centro de Saúde Califórnia - Avenida das Castanholas, 277, Califórnia



Regional Barreiro - Centro de Saúde Francisco Gomes Barbosa - Avenida Nélio Cerqueira, 15, Tirol




Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2022-01/aumento-da-demanda-forca-prefeitura-de-belo-horizonte-ampliar-leitos
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »