20/01/2022 às 16h31min - Atualizada em 21/01/2022 às 04h19min

O que faz o veículo consumir mais combustível?

Saiba o que causa o consumo a mais de combustível e como resolver

SALA DA NOTÍCIA Victor

Aparentemente, o preço da gasolina não vai retroceder tão cedo, visto que o dólar registrou uma nova alta, o que afeta diretamente o preço do combustível e de tudo que precisa de transporte para ser levado de um lugar a outro. Quem paga caro é o consumidor que precisa abastecer o carro e fazer as compras e rotinas do mês.

Manter a manutenção do carro em dia é uma forma de controlar o consumo do combustível, já que um carro com problemas pode consumir mais gasolina do que normalmente precisaria. Então, é importante ter certos cuidados com seu veículo, pois isso pode gerar uma economia que, no final, vai fazer diferença.

Há diversas maneiras que podem te ajudar a controlar o consumo de combustível do seu automóvel. Se você estiver buscando formas de economizar com a gasolina, continue lendo esse artigo para receber dicas valiosas. 

 

O que faz o veículo consumir mais combustível?

 

Se você tem notado que a gasolina que você coloca no seu carro dura menos do que costumava durar, é bem provável que seu veículo esteja com o consumo de combustível desregulado. Às vezes, demora para a gente perceber que o automóvel está consumindo mais do que o normal, mas, uma vez percebido, precisamos corrigir o problema.

 

Muitas coisas podem causar esse descontrole no consumo de combustível, como, por exemplo, o ar condicionado. Muitas pessoas, principalmente quando estamos no verão, não abrem mão de fazer sua viagem com o ar condicionado ligado. Honestamente, é muito bom seguir viagem em um ambiente climatizado.

 

A questão é que o ar condicionado ligado exige bem mais do motor, que, por sua vez, precisa consumir mais gasolina para manter o carro e o ar condicionado funcionando. A consequência disso é um consumo de combustível acima da média, então, sempre que puder, evite ligar o ar com velocidades inferiores a 60 km/h. Isso vai ajudar e poupar gasolina.

 

Agora, se por acaso você abastecer em um posto desconhecido, talvez o problema seja outro. Para que o carro funcione perfeitamente é de suma importância que a gasolina seja de qualidade. Uma gasolina adulterada, além de fazer o veículo consumir mais, pode causar danos que lhe custarão caro. Então, abasteça apenas em locais confiáveis e que possuem tradição local. 




 

Como a manutenção pode evitar o desperdício?

 

Uma manutenção preventiva pode evitar que você passe por situações complicadas nas estradas. Muita gente costuma deixar para fazer manutenção no veículo antes de uma viagem longa, mas isso é um erro que pode e deve ser evitado. Estar com a manutenção em dia é o ideal para quem não quer ser surpreendido por uma dor de cabeça. 

 

Fazendo a manutenção do carro regularmente, você mantém o funcionamento do veículo próximo das suas condições de fábrica. Isso porque o mecânico poderá fazer a troca de componentes desgastados antes que aquilo afete outras áreas do sistema, causando um dano muito maior. 

 

Além disso, durante a manutenção, o mecânico poderá dizer se o carro precisa fazer uma troca de óleo. O óleo tem a função de manter alguns componentes do veículo lubrificado, garantindo que funcionem da melhor forma possível. Essa troca precisa ser feita periodicamente, mantendo, assim, a vida útil do motor.

 

Importante: Antes de fazer a manutenção, é preciso pesquisar bem caso você não tenha um um técnico de lubrificação ou um posto de confiança. Fazer esse serviço em uma concessionária pode ser até 60% mais caro do que um centro de lubrificação. Porém, para evitar futuros problemas, procure por recomendações antes de entregar seu carro a um desconhecido. 



 

Aditivos funcionam como prevenção?

 

Outra forma de garantir um bom funcionamento para o seu veículo é optando por um bom aditivo, que pode permitir que seu automóvel alcance um desempenho maximizado, além de ajudá-lo a controlar o consumo de combustível. A verdade é que utilizar aditivos pode trazer uma série de benefícios para o motor. 

 

Acontece que o aditivo é capaz de proteger e potencializar as funcionalidades do motor. A proteção fica por conta da limpeza no sistema de admissão, já que o aditivo impede que se formem depósitos de sujeira, o que compromete a desenvoltura do motor, fazendo com que ele aumente o consumo de combustível.   

 

Além disso, o aditivo promove uma limpeza capaz de desobstruir os resíduos presos nos bicos injetores que causam problemas nas válvulas. Essa limpeza sendo feita resultará na facilidade do processo de combustão, o que garantirá a economia no consumo de combustível do seu carro.

 

Se o aditivo permite que seu automóvel maximize a potência do motor, fazendo com que ele tenha um melhor desenvolvimento, sem forçar os sistemas, consequentemente, isso vai gerar uma economia na manutenção. É que o aditivo previne o surgimento de problemas que poderiam evoluir gradativamente. 



 

5 Hábitos que ajudam a economizar gasolina

 

Independente de marca e ano de fabricação, todo veículo precisa de cuidados. São esses cuidados que evitam o surgimento de problemas e que esses problemas se tornem grandes. Por isso, a manutenção precisa ser feita, no mínimo, a cada 6 meses. Porém, o motorista consegue minimizar muitos danos apenas sendo responsável. 

 

Abaixo, há uma pequena lista do que pode ajudar a manter a qualidade do automóvel, evitar desgaste de peças, problemas no motor, melhorar a desenvoltura do carro nas estradas e ainda economizar combustível. São dicas simples, mas que juntas são capazes de fazer uma boa diferença. 

 
  • Calibragem - A calibragem do pneu é muito importante para garantir a desenvoltura do automóvel. É preciso manter os pneus corretamente calibrados, a libra correta você pode encontrar no manual. Pneus bem calibrados garantem maior estabilidade aos motoristas, além de auxiliar na economia de gasolina. 
  • Peso - Antes de sair com o carro, certifique-se de que você está levando apenas o necessário. Acontece que quanto mais peso dentro do veículo, mais força o motor precisa fazer para locomover o automóvel, aumentando, assim, o consumo de combustível.
  • Alinhamento e balanceamento - Manter o alinhamento impede que os pneus se desgastem com facilidade, enquanto que o balanceamento impede que haja trepidações durante a viagem. Ambos ajudam a manter o bom desempenho do veículo.
  • Filtro de ar - Se você reparou que seu veículo, de repente, passou a consumir mais combustível, fique atento ao filtro de ar. Ele pode estar sujo e precisando ser trocado. Acontece que se o fluxo de ar ficar comprometido, a central eletrônica precisará compensar aumentando o gasto de combustível. 
  • Combustível adulterado - O combustível adulterado, além de causar uma série de danos ao motor, pode ser o motivo de seu automóvel está consumindo mais combustível do que o normal. É possível que o motorista não perceba pelo andamento do carro que o combustível está adulterado, por isso, para evitar problemas e gastos extras, tenha certeza de que você está abastecendo em um local de confiança que fornece combustível de qualidade.


 

Como pagar gasolina a preço de nota fiscal pode ajudar na economia?

 

Uma ótima maneira de economizar com combustível é pagando gasolina a preço de nota fiscal. Desse modo, você pagará menos pelo combustível e, se aplicar as dicas dadas acima, será capaz de gerar uma economia maior ainda. No entanto, apenas fazendo o pagamento a preço de nota fiscal já é possível conseguir um grande impacto.

 

O Posto 214 Sul, em Brasília, lançou um protesto para ajudar seus clientes neste momento em que o combustível segue em alta e tem sido um sucesso. Dessa forma, você poderá usar seu carro com mais liberdade e ainda economizar, usando as dicas de consumo e pagando gasolina a preço de nota fiscal.

 

Recentemente o dólar sofreu uma nova alta, isso faz com que o combustível sofra uma oscilação no preço, mas pagando gasolina a preço de nota fiscal, você poderá pagar sempre um valor de mercado justo.




 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Prefeitura tem responsabilidade no crescimento de casos da dengue em Araraquara?

68.7%
31.3%
0%