13/05/2022 às 10h03min - Atualizada em 14/05/2022 às 00h00min

Controle parasitário é essencial para manter saúde do gado em dia e melhorar lucro da fazenda

Parasitas podem provocar perdas de até U$$ 7 bilhões por ano, ou seja, aproximadamente R$ 35 bilhões no período

SALA DA NOTÍCIA Fernanda de Souza Martins
Os parasitas internos e externos representam o maior pesadelo dos pecuaristas brasileiros. Segundo dados da Scot Consultoria, esses indesejáveis ‘hóspedes’ podem provocar perdas de até U$$ 7 bilhões por ano, ou seja, aproximadamente R$ 35 bilhões no período. O médico veterinário e gerente de produtos para grandes animais da Syntec do Brasil, Thales Vechiato, alerta que “é importante ter conhecimento sobre as verminoses e também sobre as formas de controle desses parasitas. Isso é essencial para o bom desempenho da pecuária. O controle de parasitas pode ser feito com tratamentos pontuais e em épocas específicas, mas nunca pode ser esquecido”.
Os parasitas internos (endoparasitas) mais comuns em bovinos são os vermes, que causam diversos problemas de saúde, comprometendo o desempenho do gado e proporcionando consistentes prejuízos para os produtores. “Os vermes comprometem a produtividade dos rebanhos em diferentes graus e geram perdas econômicas consideráveis já que induzem atraso do crescimento e diminuição do ganho ou perda de peso, além da predisposição a outras doenças”, explica o veterinário da Syntec.
Já entre os ectoparasitas, o mais comum e perigoso é o carrapato, que causa irritação, perda de apetite e redução de peso, entre outros problemas. “Uma infestação séria faz com que os animais não apenas fiquem irritados, mas desenvolvam doenças, comprometendo o lucro dos produtores. No caso do carrapato, a tristeza parasitária é o principal problema sanitário. Os prejuízos dos pecuaristas vão desde a perda de arrobas por animal até a baixa precificação do couro, uma vez que os parasitas causam danos tanto sugando o sangue dos animais quanto ‘machucando’ o couro”.
Para proteger os bovinos e controlar os vermes, os pecuaristas devem recorrer a potentes e eficazes antiparasitários disponíveis no mercado. A Syntec oferece Synmectin, produto injetável de amplo espectro de ação à base de Ivermectina. É indicado para controle e tratamento dos principais parasitas externos e internos que afetam os bovinos. Synmectin controla a incidência de vermes intestinais, pulmonares e redondos, além de parasitas externos, como carrapatos e ácaros.
Contra os ectoparasitas, o portfólio da Syntec inclui Ciper Duo, ectoparasiticida de amplo espectro de ação, formulado à base de Butóxido de Piperonila e Cipermetrina, piretróide responsável pela liberação de descargas nervosas repetitivas, que provocam a morte dos ectoparasitas, resolvendo com eficácia o problema.
Sobre a Syntec
A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira com 18 anos de história e foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Mais informações: www.syntec.com.br
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Prefeitura tem responsabilidade no crescimento de casos da dengue em Araraquara?

67.8%
32.2%
0%