21/08/2021 às 07h26min - Atualizada em 21/08/2021 às 07h26min

Homem quebra radar a pauladas em Araraquara e é identificado pela prefeitura

Caso foi encaminhado para a polícia para que autor seja responsabilizado criminalmente

Um homem quebrou um radar a pauladas na vicinal Graciano R. Afonso, em Araraquara, na última terça-feira (17). Mesmo fugindo do local, o Setor de Inteligência da Guarda Civil Municipal identificou o autor do delito por meio de imagens na região. 

Segundo a prefeitura de Araraquara, a identificação do autor das pauladas no radar aconteceu nesta sexta-feira (20), após a GCM analisar imagens da região, conseguir localizar o veículo próximo ao local e cruzar informações informações sobre a placa do automóvel. 

Ainda de acordo com a prefeitura, a ação do homem aconteceu por volta das 15 horas, quando ele parou em um veículo Fiorino, de cor branca, na fiscalização de radar, danificou o aparelho e fugiu. 


 

Após conhecimento dos fatos, a GCM analisou as imagens da região e conseguiu localizar o veículo próximo ao local. Após cruzamento de informações e banco de dados, foi possível identificar a placa do automóvel e fazer a identificação do condutor.

 

A infração cometida entra no Artigo 163 do Código Penal, que prevê detenção de um a seis meses ou multa a quem destruir, inutilizar ou deteriorar coisas alheias. A ocorrência também se encaixa no quadro de dano qualificado, quando o crime é cometido contra o patrimônio da União, de Estado, do Distrito Federal, de Município ou de autarquia, fundação pública, empresa pública, sociedade de economia mista ou empresa concessionária de serviços públicos, o que pode resultar em detenção (seis meses a três anos) e multa.


 

O secretário de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior, disse que o infrator danificou um equipamento que tem por objetivo principal evitar acidentes e salvar vidas. "Graças a uma ação do Setor de Inteligência da Guarda Municipal, foi feito uma análise de várias imagens e conseguimos chegar à autoria da pessoa que praticou o dano. Foi encaminhado para a delegacia de polícia, para complementação do BO e para que ele seja responsabilizado criminalmente pelo crime de dano. Vamos fazer um encaminhamento também para a procuradoria do município, objetivando o ressarcimento dos danos ao erário público", relatou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Prefeitura tem responsabilidade no crescimento de casos da dengue em Araraquara?

67.8%
32.2%
0%