31/08/2022 às 16h07min - Atualizada em 31/08/2022 às 16h07min

Alunos fazem protesto contra ato racista em escola estadual de Araraquara

"Vaca preta", "gorda preta" e "preta tem que morrer" teriam sido expressões usadas por duas alunas contra uma agente educacional

"Vaca preta", "gorda preta" e "preta tem que morrer". Essas foram algumas expressões que foram usadas por alunas da Escola Estadual Bento de Abreu (EEBA), em Araraquara, contra uma agente educacional da unidade, pelo menos segundo as informações do boletim de ocorrência registrado nesta terça-feira (30). 

O caso, que teria acontecido na segunda-feira (29), ocorreu durante troca de mensagens entre as duas alunas, que haviam sido repreendidas por questões de comportamento escolar no dia anterior. A ocorrência foi registrada na delegacia como injúria racial, prática das duas adolescentes contra a servidora pública. 

Com a revolta e defesa à agente educacional, alunos da EEBA já promoveram um protesto nesta quarta-feira (31) pelo Parque Infantil, em Araraquara. Cartazes e dizeres em defesa da servidora e contrários ao ato racista das adolescentes infratoras chamaram a atenção na manifestação. Além de alunos da unidade, pessoas que já sofreram com o racismo e outras que ajudam no movimento participaram do protesto. 

Uma nova manifestação está sendo organizada para acontecer, em defesa da agente educacional e contra o ato racista praticado. De acordo com informações, um protesto, que deve ser ainda maior, está programado para acontecer na sexta-feira (2), em frente à Escola Estadual Bento de Abreu. 

Diante das expressões racistas utilizadas contra a agente educacional, as adolescentes foram suspensas por dois dias da unidade, conforme as informações obtidas pelo portal Araraquara Agora. 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »