06/08/2020 às 11h48min - Atualizada em 06/08/2020 às 12h06min

Câmara aprova e vereadores vão ganhar salário mínimo em Trabiju

Trabiju foi a segunda cidade da região a votar pela redução do salário dos vereadores a partir da próxima legislatura, em 2021. A votação, protocolada por seis dos nove parlamentares, aconteceu nesta quarta-feira (05) e foi aprovada com facilidade, por sete votos favoráveis e apenas um contrário. A diminuição será de quase 50%.

Na segunda-feira (03) Os parlamentares de Américo Brasiliense cortaram seus vencimentos em mais de 22%. Com a aprovação na sessão, os vereadores passarão a receber R$ 4 mil no ano que vem, ao invés dos R$ 5.186,30 atuais. Já o presidente receberá R$ 5 mil reais. O valor atual é de R$ 5.544.

A decisão dos parlamentares também abrange o cargo de prefeito, em que o salário será reduzido de R$ 15.285,41 para R$ 14 mil. Já o vice-prefeito receberá R$ 6 mil, ao invés de R$ 7.642,70.

Em Trabiju a proposta já deveria ter sido votada, o projeto foi apresentado duas vezes pela vereadora Marina Aparecida Alves, mas foi retirado da pauta, agora volta assinado pelos parlamentares: Antônio Carlos Amaral dos Santos (Bitchola), Giovani Ferro, João Francisco Thomazini, Marcelo Rodrigues Fonseca, Marcos Rogério de Souza e Vânia Aparecida Bruno Evangelista.

Poda drástica

A “poda” nos vencimentos será considerável e supera os 50% no caso dos vereadores. O salário atual é de R$ 2.400 e com a aprovação os eleitos em 2021 passarão a receber R$ 1.045, o mesmo valor do salário mínimo. O presidente, pelo desempenho de suas funções, receberá R$ 1.178. Hoje o salário é de R$ 2.750.

O prefeito eleito também vai ganhar menos, de R$ 8.750, o salário do chefe do executivo vai cair para R$ 6.200.

O único voto contrário do projeto na sessão foi da vereadora Marina Aparecida Alves e, com isso, a aprovação foi por sete votos favoráveis e um contrário. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »