02/10/2020 às 15h41min - Atualizada em 02/10/2020 às 15h41min

TOP 10: Os melhores "Acústico MTV" de rock, no Brasil

Por Guilherme Henrique Moro, do Blog Música Boa

"Acústico MTV" é um programa exibido pela MTV Brasil inspirado na série MTV Unplugged, que já fazia muito sucesso no exterior. O programa fez um tremendo sucesso, principalmente nos anos 2000 e transformou o mercado da música no Brasil. Responsável por recolocar algumas bandas dos anos 80 na mídia, os tempos áureos do projeto são lembrados com muito carinho por todos os amantes de música.

Nós vamos ter a difícil missão de citar aos dez melhores shows de bandas de rock do projeto. Vamos lá

10. Ultraje a Rigor – 2005

 

 
 
 

O acústico do Ultraje é de longe o mais rock and roll. A banda mantém sua pegada e característica, não se limitando ao ambiente cafona e clichê proporcionado por um show intimista.

9. O Rappa – 2005

 

 
 
 
 

Outra exceção dos acústicos convencionais, esse show do Rappa tem um “Punch” muito forte devido ao grande destaque para os instrumentos percussivos. Toda essa ambiência deixa os arranjos do álbum extremamente preenchidos. Destaque também para o vocal impecável de Marcelo Falcão.

8. Titãs - 1997

 

 
 
 

Esse álbum é um dos mais vendidos dentre todos os acústicos, ultrapassando a marca de 1,7 milhões de cópias. Com um repertório extenso de 22 faixas, o disco dividiu opiniões entre a crítica, que em determinado momento rotulou o álbum como uma tentativa desesperadora de se fazer sucesso. O fato é que o disco é um marco na indústria fonográfica, conta com arranjos belíssimos e colocou os Titãs de volta no cenário musical. Os pontos baixos do álbum são em canções como “Cabeça Dinossauro” e “Polícia”, que soam ridículas ao violão.

 7. Ira! - 2004

 

 
 
 

Colocando a banda em um patamar nunca antes alcançado, o Acústico MTV do Ira! embalou hits como “O Girassol” e “Eu Quero Sempre Mais”, essa ultima com a participação da cantora Pitty . Os arranjos das canções do show são minuciosos, tudo na medida, com mistura de cello, percussão e rock. Um dos maiores destaques do disco é o solo estilo flamenco, feito por Edgard Scandurra, na clássica canção “Dias de Luta”. Apesar de ser um sucesso absoluto, o álbum foi o passo derradeiro para o fim da banda. O Ira! não soube lidar com os egos e se findaria no ano de 2007, retornando com nova formação em 2014.

6. Cássia Eller - 2001

 
 
 
 

Com certeza esse é um dos acústicos mais ecléticos que já existiram. Infelizmente esse foi o ultimo álbum da cantora, que viria a falecer em Dezembro de 2001. O disco embalou hits como “Por Enquanto” e “Segundo Sol”, colocando a cantora em um patamar midiático muito alto. Até hoje, o projeto já vendeu mais de 1,5 milhão de cópias e marcou o inicio da década de 2000 no Brasil. Um os momentos mais legais do show é o cover de “Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band”, onde a cantora interpreta e dá sua personalidade a um dos maiores clássicos do rock.

5. Engenheiros Do Hawaii - 2004

 

 
 
 

É bem verdade que quando esse acústico foi gravado, a banda funcionava mais como uma carreira solo de Humberto Gessinger. Diferente de outras edições, essa em especifico não se prende só ao violão em si, o que abre mais espaço para instrumentos como gaita, bandolim e piano. Algumas músicas, outrora longas demais, ganharam sobrevida com versões mais curtas e arranjos convencionais. Um ponto alto e muito bacana é a participação de Carlos Maltz (Ex-baterista da banda), fazendo um dueto com Humberto na canção “Depois de Nós”.

4. Capital Inicial

 

 
 
 

Independentemente da posição ocupada por esse acústico, ele é uma das edições mais importantes da história, por mudar o conceito do projeto. O Capital Inicial nunca foi uma banda do primeiro escalão do rock brasileiro, porém com esse trabalho alcançou o ápice da exposição midiática embalando sucessos como “Natasha” e “Primeiros Erros (Chove)”. A grande “sacada” da banda foi encurtar o número de faixas na obra, o que deixou o formato mais digerível e agradável. Como não se lembrar da emblemática camisa Lilás utilizada por Dinho Ouro Preto na gravação do programa?

3. Kid Abelha

 

 
 
 

Com o acústico mais vendido da franquia, o site da banda carioca tem belos arranjos e a fixação de faixas que já eram sucesso como “Lágrimas e Chuva”, “Como Eu Quero” e “Pintura Íntima”. O perfil da banda se enquadra muito bem ao formato do programa, por toda aquela estética new wave e romântica que a banda mantinha nos anos 80. A vocalista Paula Toller faz uma das melhores apresentações ao vivo de sua carreira, de maneira segura e consistente.

2. Lulu Santos

 
 

Inegavelmente, Lulu Santos tem um repertório perfeito para rodas de violão. Recheado de clássicos e de boas versões, o disco tem toda a atmosfera que um bom acústico pede. Lulu é um verdadeiro hitmaker, tanto é que o álbum ganhou uma segunda versão não tão boa quanto essa, em 2010.

 

 

1. Paralamas do Sucesso

 

 
 
 

Sem inventar moda e sem seguir os parâmetros mais utilizados em acústicos, essa edição é uma das mais contagiantes da série. Acompanhados por sopros e com participação do guitarrista Dado Villa-Lobos (Ex-Legião Urbana) em todas as faixas, a banda conseguiu manter sua identidade, algo que é muito difícil em acústicos. Destaque especial para os covers de James Brown, Tim Maia e Nação Zumbi.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »