19/02/2021 às 21h26min - Atualizada em 19/02/2021 às 21h54min

Você trabalha fora? Saiba como fica sua situação com o Toque de Recolher em Araraquara

A partir do meio-dia de domingo (21), até 23h59 da terça-feira (23), Araraquara vai enfrentar seu pior momento desde o surgimento da pandemia do coronavírus no começo do ano passado. É que começa a valor o Toque de Recolher, imposto por decreto nesta sexta-feira (19), pelo prefeito Edinho Silva. A cidade enfrenta uma crescente de novos casos, tem ocupados todos os leitos de UTI e Enfermaria e fila de espera para novas internações e transferências. Diante desse cenário, a circulação de pessoas ficará restrita, o transporte coletivo será suspenso e para sair na rua todos terão que apresentar um documento com uma justificativa plausível. E quem trabalha em outra cidade, como faz? Um dos questionamentos mais recorrentes no WhatsApp do portal Araraquara Agora - (16) 99727-5898 – é em relação aos profissionais que atuam em outras cidades. O decreto não deixa isso claro e nós fomos atrás de respostas. Segundo o prefeito Edinho Silva, quem mora em Araraquara e precisa trabalhar fora pode ir normalmente, ainda que exerça atividade considerada não essencial. Ainda assim é preciso ter comprovada sua necessidade de deslocamento, com o crachá, uma declaração do patrão, contrato social ou algo semelhante. Da mesma forma quem entrar em Araraquara, para prestar serviço essencial, desde que devidamente comprovada sua necessidade, também não enfrentará problemas. Edinho também afirmou que porteiros e zeladores podem trabalhar, e hotéis podem funcionar normalmente. O Toque de Recolher resumido Decisão passa a valer ao meio-dia de domingo (21) e vai até 23h59 da terça-feira (23). Só pode sair quem trabalhar em local considerado essencial e comprovar necessidade. Quem não for trabalhador, bsicamente só pode se deslocar para ir ao médico ou farmácia.
  • Mercados ficarão fechados, mas podem funcionar por delivery. (Deverá manter portas fechadas e operar com, no máximo 30% dos funcionários. Não terá atendimento presencial);
  • Bares, restaurantes e similares não poderão funcionar, nem mesmo por delivery;
  • Transporte Público não funciona nos dias de Toque de Recolher;
  • Taxistas e motoristas que operam por aplicativo podem trabalhar, mas para transportar apenas uma pessoa por vez e ainda assim desde que o deslocamento deste seja para local essencial ou para emergência médica ou veterinária;
  • Postos de combustíveis ficarão fechados. Alguns, que prestam serviços para prefeituras, governos federal e estadual poderão ficar abertos para atender veículos públicos;
  • Farmácias ficarão abertas;
  • As indústrias deverão paralisar suas atividades. Algumas poderão operar, desde que comprovado prejuízo a sua estrutura, perda de produto ou equipamentos. Ainda assim a empresa deverá enxugar ao máximo o número de trabalhadores;
  • Terminal Rodoviário permanece aberto;
  • Para sair na rua será preciso apresentar comprovante de necessidade, nota fiscal de compra de remédio, receita médica, passagem de ônibus, crachá, carteira de trabalho, contrato social ou holerite.
São só 3 dias. Fique em Casa!

ENTRE EM NOSSO GRUPO DO WHATSAPP (CLIQUE AQUI).


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »