07/05/2021 às 11h18min - Atualizada em 07/05/2021 às 11h18min

Laudo confirma que queda de energia não estragou vacinas em Trabiju

Análise das vacinas contra o coronavírus da cidade foi feita pela Fiocruz

Por Rian Fernandes
As vacinas contra a Covid-19 de Trabiju estão aptas para serem aplicadas. A confirmação foi feita pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (6), que fez análises por meio da Fiocruz. As doses foram enviadas para um parecer após uma alteração na temperatura causada por um furto (ou tentativa) de fios, que gerou o desarmamento do disjuntor de proteção interno ligado ao refrigerador de vacinas. 

A avaliação foi realizada nas 65 doses da vacinas que sofreram a alteração naquele dia, sendo 20 doses da Coronavac e 45 da AstraZeneca. Segundo a análise da Fiocruz, as doses estão satisfatórias para uso. "Os imunobiológicos presentes nessa ocorrência foi avaliada pelo INCQS (Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde) como satisfatória para uso, uma vez que se encontram dentro das especificações de qualidade". 

Com o resultado da análise que considerou que as vacinas poderão ser usadas, o diretor de Saúde de Trabiju, William Letice, destacou que a vacinação seguirá normalmente na cidade. 

Entenda o caso das vacinas de Trabiju

De acordo com a explicação da Saúde, na sexta-feira (23) todos os refrigeradores estavam funcionamento sem nenhuma alteração, inclusive aquele que armazena as vacinas. O equipamento, inclusive, tinha baterias que garantiam o funcionamento em caso de queda de energia por pelo menos 24 horas, com manutenção preventiva feita em 2021. Além disso, a Unidade Básica de Saúde da cidade tem um gerador de energia com acionamento automático para os casos de falta de energia. 

No entanto, durante o final de semana o problema com as vacinas apareceu. Um furto (ou tentativa) de cabos de energia na região causou picos de energia no município, gerando o desarmamento do disjuntor de proteção interno que estava ligado ao refrigerador de vacinas. "Como não houve falta de energia geral ou queda do disjuntor geral, o gerador de energia não acionou, pois havia energia no quadro de distribuição", explica a nota divulgada para toda a população. Além disso, um sistema de discagem também não conseguiu fazer ligações para os celulares que estavam programados. 

Com isso, na segunda-feira (26), quando a equipe de Saúde entrou ao trabalho, esperava-se que tudo estaria dentro da rotina. No entanto, notou-se o disparo de alarme do refrigerador de vacinas. De acordo com a Saúde, por questões de segurança, os insumos que estavam armazenados foram isolados até uma avaliação de uma equipe responsável que emitirá um parecer recomendando ou não o uso das doses. "Nenhum dos insumos foi inutilizado, sendo que os mesmos seguem aguardando parecer técnico da equipe competente". 

Laudo do eletricista do município

"No dia 25 de abril de 2021 aconteceram vários furtos de cabos de energia da Concessionária e Fornecedora de Energia CPFL. Ocasionando  assim várias quedas de tensão e ocorreu vários defeitos nas redes secundárias na cidade de Trabijú. Que por sua vez apresentou defeito em equipamentos elétricos do Posto de Saúde Gabriel Morales. Foi realizado a troca de disjuntores e conserto no sistema telefônico."
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »