04/08/2021 às 18h39min - Atualizada em 04/08/2021 às 18h39min

Com inquérito policial em andamento, vereadores pedem abertura de CPI em Trabiju

Pedido quer investigar movimentações em contas da prefeitura; inquérito policial está em andamento

Vereadores de Trabiju protocolaram um pedido para a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na cidade para investigar movimentações irregulares em contas bancárias da prefeitura. 

 

De acordo com o documento protocolado pelos vereadores (Antônio Carlos do Amaral dos Santos, Luiz Henrique Batista de Jesus, Marcos Rogério de Souza, Mariza Pereira de Oliveira e Robson Ribeiro de Souza), a investigação acontecerá por conta de movimentações de valores nas contas bancárias da prefeitura no período de 1 de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020. 

 

Ainda segundo o documento dos parlamentares, saques eram feitos diretamente no caixa, de quantias expressas em cheques, sem a devida justificativa e sem apresentar o destino do dinheiro. 

 

O Portal Araraquara Agora teve acesso a informações de um inquérito policial em andamento para investigar possíveis práticas de crimes previstos no artigo 312 do Código Penal e no artigo 1º da Lei 9613/98.

 

Conforme apurado, o Banco Central do Brasil teria noticiado movimentações atípicas em contas bancárias de diversos municípios paulistas. Na Comarca de Ribeirão Bonito, apenas Trabiju esteve elencada com transações do ano de 2017. O processo em andamento contém informações sobre as movimentações bancárias, valores e os beneficiários. 

 

O Portal Araraquara Agora procurou o Banco Central para saber como foram identificadas as movimentações consideradas atípicas e o que chamou a atenção no caso de Trabiju. No entanto, a resposta foi de que “O BC não vai comentar”

 

Já o Ministério Público de São Paulo disse que “o caso foi remetido à Delegacia de Trabiju, requisitando-se a instauração de inquérito policial para apuração dos fatos. A Polícia Civil está conduzindo as investigações. O inquérito policial ainda não foi concluído, sendo recentemente concedida (em 20/07) dilação de prazo para continuidade das investigações."

 

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo também foi procurada e disse que “O caso é investigado por meio de inquérito policial instaurado pela Delegacia de Trabiju. A autoridade policial solicitou perícia contábil aos documentos apresentados e aguarda a conclusão dos laudos periciais para analisá-los. Detalhes serão preservados para garantir autonomia ao trabalho policial”. 

 

Em Trabiju, o pedido de abertura de CPI será colocado em pauta nesta quinta-feira (5), durante sessão ordinária da Câmara Municipal. 

 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Prefeitura tem responsabilidade no crescimento de casos da dengue em Araraquara?

67.8%
32.2%
0%