05/08/2021 às 11h26min - Atualizada em 05/08/2021 às 11h26min

Vacina da gripe auxilia no combate contra a Covid-19

Pneumologista alerta sobre a importância do imunizante

Direto da Redação
Foto: Prefeitura

A vacinação contra a Covid-19 tem avançado em todo o país, porém os cuidados de proteção individual e coletiva devem ser mantidos até que cerca de 70% da população seja imunizada completamente. Dessa forma, o pneumologista Flávio Arbex explica que é imprescindível se manter atento ao restante do calendário vacinal, pois vacinas como a da gripe também auxiliam no combate à pandemia.


“Embora a vacina da Influenza proteja unicamente contra os vírus da gripe e não contra o SarS-CoV-2, estar protegido contra essa doença pode ser uma forma de ajuda durante o diagnóstico, impedindo aglomeração nos centros de saúde e que o paciente tenha uma concomitância de duas viroses, juntando a influenza e o coronavírus”, diz.


Um estudo de pesquisadores da Universidade de Miami também analisou 75 mil pacientes com covid-19, sendo 37.377 pessoas vacinadas contra a gripe e 37.377 não vacinados.

 

O documento aponta que os vacinados tiveram uma redução significativa de sintomas graves resultantes da covid, como acidente vascular cerebral, trombose venosa profunda e infecções generalizadas, além de menor probabilidade de internação em UTI.

 

Embora seja uma descoberta importante no combate a pandemia, os autores da pesquisa ressaltam que a vacina contra a gripe não é, de forma alguma, uma substituta para a vacina contra a covid-19, pois embora haja redução nos agravamentos, o imunizante da influenza não reduziu o número de mortes pelo coronavírus.



O especialista ainda alerta que a vacina contra a gripe é essencial não apenas pelas questões envolvendo a pandemia, “mas também por impedir uma maior disseminação dos vírus e por conferir proteção contra os variados tipos de influenza na população idosa, geralmente a mais afetada por complicações sérias e possíveis mortes em razão da gripe”.


O pneumologista também informa que a vacina contra a gripe leva cerca de 14 dias para fazer efeito e durante esse período ainda é possível contrair outros vírus respiratórios responsáveis pelos tão conhecidos resfriados, comumente confundidos com a gripe.

 

Lembrando ainda que os centros de saúde têm dado prioridade para a vacina contra a covid, para só depois de 15 dias, aplicarem a vacina da gripe”, diz.


 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Prefeitura tem responsabilidade no crescimento de casos da dengue em Araraquara?

67.8%
32.2%
0%