17/08/2021 às 00h14min - Atualizada em 17/08/2021 às 00h14min

Intestino em bom funcionamento pode resultar em um coração mais saudável

Gastroenterologista explica a relação e como cultivar a boa saúde do corpo todo

Direto da Redação
Foto: Canva

O intestino é responsável por diversas funções no corpo humano, atuando como um segundo cérebro e alterando aspectos de comportamento e emoções.

 

Segundo a gastroenterologista Amanda Morêto, esse órgão é habitado por uma quantidade imensurável de bactérias, que compõem a chamada microbiota ou flora intestinal, e também pode contribuir para uma boa saúde cardiovascular.


“Recentemente diversos estudos vêm tentando comprovar que a alteração da microbiota pode acarretar alterações no sistema cardiovascular, e embora ainda não haja pesquisas definitivas sobre o assunto, supõe que esses processos possam desencadear problemas como hipertensão, doença aterosclerótica, infarto, insuficiência cardíaca e até mesmo arritmia”, explica a especialista.


Morêto ainda comenta que as doenças intestinais propriamente ditas não estão diretamente associadas com maiores problemas no coração, mas que estudos robustos, capazes de comprovar, cientificamente, a relação entre esses órgãos, são imprescindíveis para entendermos o papel do intestino no bom funcionamento de todo o corpo.



Como prevenir?

 

No que diz respeito às formas de prevenção de doenças intestinais e possíveis prejuízos ao coração, Morêto alerta que não existe fórmula mágica: uma boa dieta de alimentação, além de uma adequada rotina de atividades físicas, sendo ambas guiadas por profissionais especializados, podem auxiliar em um melhor desempenho das funções desses órgãos.


“Lembrando que bons hábitos devem ser cultivados e incentivados desde os primeiros anos de vida. Algumas situações, tais como estresse, estilo de vida, influências emocionais do ambiente familiar e até mesmo o uso indiscriminado de antibióticos, costumam implicar em um intestino desordenado, consequentemente acarretando problemas ao resto do organismo”, diz Morêto.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »