30/08/2021 às 12h22min - Atualizada em 30/08/2021 às 12h22min

Propriedade é multada por crime ambiental na região

Dono da terra terá que arcar com mais de R$700 mil

Direto da Redação

O dono de uma propriedade rural na região de Motuca (37 quilômetros de Araraquara), vai ter que arcar com mais de R$700.000 por crime ambiental .


Segundo o boletim de ocorrência, no último sábado (28), uma equipe da Polícia Militar Ambiental de Araraquara, realizou vistoria na propriedade rural, onde foi apontado pontos de queimadas detectados pelos satélites do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais (INPE).

 

Foi constatado que ocorreu um incêndio de grandes proporções atingindo 78,7 hectares de cultivo de cana-de-açúcar, 2,78 hectares de área de preservação permanente de um curso d’água natural e 70,7 hectares de vegetação nativa disposta em área comum.

 

O responsável pela propriedade não adotou as medidas regulamentares para evitar a propagação do fogo. Ainda foi constatado irregularidade na largura e manutenção de aceiros.


O responsável pela propriedade declarou que o fogo teve início na cidade de Guatapará (28 quilômetros de Motuca) e se propagou para as demais propriedades vizinhas.

 

Diante destas irregularidades foi lavrado em nome do responsável três autos de infrações ambientais no valor total de R$ 724.525,00, concomitantemente embargo das áreas de vegetação nativa.

O responsável também infringiu a Lei de Crimes Ambientais n° 9.605/98, ou seja, por também causar poluição que resulte ou possa resultar em danos à saúde ou que provoquem a morte de animais ou a destruição significativa da flora.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »