25/09/2022 às 22h02min - Atualizada em 26/09/2022 às 22h02min

Saúde na Praça oferece atividades gratuitas para quase 1.500 pessoas

Projeto abrange pessoas com idade a partir de 17 anos, porém procura atender preferencialmente a terceira idade

Presente em 80 pontos de Araraquara, o projeto Saúde na Praça vem atraindo um público cada vez maior nas 12 modalidades que são oferecidas gratuitamente. A iniciativa, que é oferecida em todas as regiões da cidade, abrange pessoas com idade a partir de 17 anos, porém procura atender preferencialmente a terceira idade.

Bruno Marcos Castilho de Castro, gestor do Saúde na Praça, analisou o momento atual do projeto. "A proposta do programa é proporcionar saúde para a população de Araraquara através da prática de exercícios físicos e do combate ao comportamento sedentário. No momento estamos atendendo aproximadamente 1500 alunos, mas contamos com o apoio da população para aumentar cada vez mais esse número", salientou.

A modalidade que mais conta com pontos de prática na cidade é a ginástica geral, com 427 praticantes em 28 polos, que estão localizados no Jardim Santana (praça da igreja), Jardim Santa Lúcia (salão do Meninão), Jardim Brasília (posto de saúde), Jardim Pinheiros (posto de saúde), Jardim Brasil (posto de saúde), Jardim Marivan (posto de saúde), Jardim Botânico (bosque do Botânico), Santa Angelina (SABSA), Hortências (posto de saúde), Carmo (praça da igreja), São Geraldo (praça da igreja), Melhado (Teatro de Arena), Selmi Dei 3 (praça), Jardim Universal (Praça Américo Adrião), Jardim das Laranjeiras (posto de saúde), Jardim Paraíso (posto de saúde), Jardim América (Área de Lazer "Tom Zé"), Jardim Imperador (EE Jandyra Nery Gatti), Complexo da Fonte Luminosa (sala de treinamento de judô) e CEAR (Ginásio Weenis Dias Macieira).

A aula de ritmos também possui forte adesão na cidade, com 196 praticantes em 19 pontos, localizados no Jardim Santa Clara (praça), Jardim das Laranjeira (posto de saúde), Jardim Botânico (bosque do Botânico), Jardim Pinheiros (posto de saúde), Cecap (praça), Jardim Marivan (posto de saúde), Jardim Maria Luiza (posto de saúde), Yolanda Ópice (praça), Jardim Indaiá (CEU das Artes), Valle Verde (Quilombo Rosa), Jardim Santa Lúcia (Meninão), Jardim Santa Júlia (área de lazer), Jardim Paulistano (praça) e Bueno de Andrada (posto de saúde).

A ginástica laboral abrange 189 praticantes em 10 pontos da cidade, entre eles a Prefeitura, a Secretaria de Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade Urbana, o SESMT e o Recursos Humanos. A hidroginástica reúne 140 praticantes na Associação Araraquarense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, no Jardim Botânico. Com 116 alunos em 7 polos, a yoga é praticada no Jardim Brasília (posto de saúde), Vale do Sol (CRAS), Yolanda Ópice (CRAS), Parque São Paulo (CRAS), Cecap (CRAS), Hortências (CRAS) e Centro (Centro de Referência da Mulher).

A hidroginástica para idosos é praticada por 111 pessoas na Associação Araraquarense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, no Jardim Botânico. A ginástica artística para idosos reúne 110 pessoas no CEAR (Ginásio Weenis Dias Macieira).

O Tai Chi Chuan é praticado por 78 praticantes em quatro polos da cidade, que são o Residencial Alamedas (posto de saúde), Valle Verde (Quilombo Rosa), CEAR (Ginásio Weenis Dias Macieira) e Centro (Centro de Referência Afro). O projeto oferece também fisioterapia, praticada no momento por 60 pessoas em três polos. Já o Lian Gong reúne 49 pessoas em quatro polos: Melhado (Teatro de Arena), Vila Xavier (Praça da Escola Antônio Lourenço Corrêa), Jardim Paulistano (em frente ao posto de saúde) Centro (Praça Pedro de Toledo). O grupo de corrida e caminhada conta no momento com 11 integrantes, que praticam as modalidades no Parque do Pinheirinho. Já a dança de salão é praticada por sete pessoas no CEAR (Ginásio Weenis Dias Macieira).

Mais informações sobre o projeto Saúde na Praça podem ser obtidas pelo telefone (16) 3303-2700.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »