25/02/2021 às 17h41min - Atualizada em 25/02/2021 às 17h41min

Unimed Araraquara inicia tratamento com plasma convalescente para pacientes com Covid-19

Componente líquido do sangue que concentra os anticorpos produzidos pelo organismo contra infecções, o plasma agora faz parte do tratamento dos pacientes do Hospital São Paulo - Unimed Araraquara acometidos pela Covid-19. O chamado plasma convalescente é uma nova estratégia de tratamento baseado no uso precoce. O material é colhido junto àquelas pessoas que já se contaminaram e hoje estão curadas. Esses anticorpos do vírus SARS COV-19 são infundidos, precocemente, em quem está com a doença.
“É algo que já estávamos tentando desde o início da pandemia, mas não tínhamos conhecimento o suficiente para acreditar ou definir exatamente qual era o uso correto”, afirma a Dra. Fernanda Garcia Cardoso, do departamento de Hematologia e Hemoterapia da Unimed Araraquara. Para essa aplicação, nosso corpo médico, durante um ano, vivenciou diversas experiências, bem como acompanhou inúmeros estudos, como, por exemplo, uma publicação da Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia na qual está relatada uma redução significativa de internações quando os pacientes recebem este plasma até o quinto dia de sintomas. Segundo a Dra. Fernanda, existe um protocolo para o uso do plasma: são selecionados pacientes acima de 60 anos com comorbidades como, diabetes, obesidade, hipertensão, cardiopatia ou alguma imunossupressão , inclusive com critérios bem estabelecidos quanto ao uso de imunossupressores. “Esses pacientes, em específico, que estão com sintomas a menos de 5 dias devem  procurar o centro epidemiológico da Unimed, onde o médico vai definir exatamente se existe indicação ou não”, explica. O tratamento com plasma convalescente da Unimed Araraquara  conta com a parceria da Unesp Araraquara (através do Hemonúcleo Regional de Araraquara), responsável pela coleta e também o Instituto Butantan, que orienta e tira possíveis dúvidas
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »