20/10/2021 às 07h27min - Atualizada em 20/10/2021 às 07h27min

Confira os tratamentos estéticos mais recomendados para a região dos olhos

Especialista comenta sobre a efetividade de cada procedimento

Foto: Canva/Ilustração

Tratamentos estéticos que atuam na renovação facial têm se tornado cada vez mais populares. De acordo com a farmacêutica esteta Alessandra Custódio, a região dos olhos é uma das áreas que apresentam maior procura por procedimentos, pois costuma ser responsável por trazer os primeiros sinais de envelhecimento, com marcas que podem incomodar e se tornarem inimigas da autoestima.


A especialista explica que as manifestações faciais podem ser causadas não apenas pelo envelhecimento, mas também por estresse, falta de sono, desidratação e até mesmo a predisposição genética. “Dessa forma, entre alguns dos sinais que podem ser prevenidos e ou amenizados por meio da aplicação de tratamentos estéticos estão as olheiras, flacidez, rugas e as linhas de expressão”, diz.


Em observação aos pontos ressaltados, Custódio indica quais são os tratamentos minimamente invasivos mais recomendados para a amenização dos sinais de envelhecimento precoce da pele e que auxiliam na melhora da região dos olhos, como toxina botulínica (Botox), microagulhamento, skinbooster, fios polidioxanona (PDO) e preenchimento com ácido hialurônico.


A toxina botulínica atua na paralisação do músculo ao redor dos olhos e previne e ameniza a formação de linhas e rugas. Também é possível utilizar uma técnica chamada microbotox, que melhora a qualidade da pele, reduzindo linhas, poros e controlando a oleosidade;


 

  • Os fios de PDO atuam como um bioestimulador de colágeno local, melhorando a flacidez e amenizando linhas já existentes;
  • O skinbooster atua na hidratação e melhora o aspecto “craquelado” da pele, amenizando linhas e rugas na região;
  • O preenchimento com ácido hialurônico irá atuar na profundidade da região (olheira de profundidade), dando volume e melhorando a sombra formada pelo não nivelamento com a pele e o aspecto de cansaço;
  • Já o microagulhamento promove um estímulo de colágeno na região e através da associação de ativos específicos, ameniza o aspecto envelhecido e trata as linhas finas e a flacidez.
  • Contudo, a especialista ressalta que é preciso cuidado aos escolher os procedimentos e alerta que cada um deles deve ser indicado apenas após uma avaliação prévia.

 


De modo geral, as contraindicações valem para gestantes, portadores de doenças autoimunes, indivíduos que façam uso de determinados medicamentos, que tenham infecção no local de aplicação ou proximidades e caso haja alergia a algum componente da formulação das substâncias utilizadas.”



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »