Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
27/12/2022 às 10h45min - Atualizada em 27/12/2022 às 10h45min

Desafios de 2023: como estimular a equipe no planejamento estratégico do novo ano

Especialista explica a importância de definir propósitos e de que forma as mudanças podem potencializar onde se quer chegar

Imagem Ilustrativa/ Pixabay

Leia Também:
Quase 30 vagas são oferecidas para a Prefeitura de Trabiju; veja as áreas.




Em algumas empresas, o início de um novo ano é cercado de desafios e incertezas, assim é preciso que líderes e colaboradores reforcem o seu relacionamento a fim de encontrar estratégias que contribuam para um eficiente planejamento nesse novo ciclo.

 

Segundo Rogério Babler, diretor geral da mhconsult, o ponto chave é olhar para o cenário alcançado em 2022 para entender quais são as pretensões em 2023.



 

“Com esses aspectos em mente, as pessoas devem se perguntar para que precisam dessas mudanças e nunca o porquê elas devem acontecer, pois a ideia do porquê remete diretamente ao processo a ser realizado, enquanto refletir para que ela é necessária traz uma ideia mais objetiva de seu significado. Nesse caso, não importa se o trabalho efetivo é em equipe ou sozinho, o ideal é que primeiramente sempre se esteja orientado ao propósito”, explica Babler.

 


O próximo passo é compreender que o cérebro funciona como uma máquina de produção de expectativa, portanto, visualizar um futuro resultado e ganhos dessas mudanças irá ajudar durante o caminho.

 

Com esse cenário visualizado, já é possível se perguntar quais habilidades melhor contribuem para alcançar o objetivo. Entender os seus pontos fortes pode ser um importante instrumento para potencializar aonde se quer chegar.

 


“O que a gente consegue fazer de diferente para chegar no resultado almejado também é um ponto de reflexão imprescindível. Adquirir novas habilidades, passar por experiências inéditas ou até mesmo vivenciar novos relacionamentos são fatores tão importantes quanto conhecer os seus melhores atributos. O novo nunca será indispensável, pois mesmo situações negativas auxiliam a distinguir o que deve ou não ser aplicado durante a vida”, comenta Rogério.



A mesma ponderação é válida para conceber em quais aspectos serão precisos recursos externos ou ajuda de outros para conseguir complementar as habilidades necessárias e alcançar a meta pretendida.

 


“Dessa forma, todas essas questões servem tanto para o crescimento pessoal de um líder, quanto para orientar uma equipe e para que os liderados consigam aumentar sua eficácia pessoal.”


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »