15/02/2021 às 12h12min - Atualizada em 15/02/2021 às 12h12min

Terminal de Integração tem pouco movimento, mas com momentos de aglomeração

O 1º dia de lockdown em Araraquara foi de movimento tranquilo no Terminal Central de Integração (TCI). Bem menos gente que o habitual circulou pelo espaço, ainda assim, por volta de 7h foram registrados momentos de aglomeração, com pessoas descendo de coletivos lotados e ficando muito próximos nas duas plataformas de embarque. “Pelo tanto que disseram que era para as pessoas ficarem em casa, eu notei pouca diminuição na linha do Selmi Dei. Viemos de pé. Era para todo mundo ficar em casa. Se for para a metade ficar indo para a rua não tem porque impedir alguns de trabalhar”, argumentou Natanael do Carmos, que trabalha em um supermercado, estabelecimento considerado essencial. Quando acabou o horário de pico, a presença de pessoas no TCI reduziu bastante. Em alguns momentos, quase não havia pessoas circulando pelo local. O lockdwon deve durar 15 dias. A decisão foi tomada depois da confirmação de que na cidade já circulam as variantes de Manaus e Londres, do coronavírus. Segundo a Secretaria de Saúde, 17 pacientes foram diagnosticados pela variante da capital do amazonas e três com a variante da capital inglesa. Apenas um dos infectados esteve em Manaus, o restante das transmissões foi localmente. Dos três pacientes identificados com a variante de Londres, nenhum deles viajou para a cidade europeia. O principal ponto do decreto é o que proíbe a circulação de veículos e de moradores sem finalidade relativa à utilização ou à prestação dos serviços essenciais. Além disso, o decreto ajusta o período máximo de funcionamento de serviços essenciais. Agora o atendimento presencial será permitido até às 20h. As atividades de construção civil, incluídas as lojas de tintas e de materiais para construção, também estão proibidas. Os postos de combustíveis e derivados poderão funcionar exclusivamente unicamente até às 19h, de segunda-feira a sábado, proibido o atendimento presencial ao público nas lojas de conveniência, exceto naquelas que comportem padarias. Bares e restaurantes poderão funcionar apenas por delivery ou drive-thru, o último apenas se o estabelecimento tiver estrutura para atender sem sair do carro. Vale lembrar também que aulas presenciais estão permitidas apenas nas instituições de ensino técnico e superior voltadas à área da saúde, com os devidos protocolos sanitários. Serviços essenciais No decreto, são considerados essenciais: alimentação (supermercados, hipermercados, açougues, padarias, feiras livres, cerealistas e congêneres), estabelecimentos de saúde animal, óticas (atendimento de um por vez) e atividades industriais. No entanto, também estão estabelecidas regras para as indústrias, como lotação máxima de 30% nos transportes e distanciamento de no mínimo 3 m entre um operário e outro na entrada e na saída da indústria. Também podem funcionar transportadoras, armazéns e oficinas de veículos automotores, mediante agendamento, mantidas cerradas as portas; e atividades de atendimento ao público ou de autoatendimento em agências bancárias, cooperativas de crédito ou estabelecimentos congêneres, mediante a observância de filas com espaçamento de 3 metros.   [gallery ids="24593,24592,24588,24587,24586,24585,24584,24583,24582,24581"]
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »