c.id = "CleverCoreLoader47680"; c.src = "//scripts.cleverwebserver.com/02461c5130daee73a8c73a51060e2adc.js"; c.async = !0; c.type = "text/javascript"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
01/09/2023

Vídeo: Cavalo sofre com maus-tratos e moradores organizam passeata na região

Notícias

Moradores de Boa Esperança do Sul organizam uma passeata para este domingo (3) após um cavalo ter sofrido maus-tratos em uma propriedade rural de Dourado, cidade vizinha. O vídeo que repercutiu nas redes sociais mostram três pessoas agredindo o animal, indignando muitos internautas. 

 

Depois da repercussão na internet e da denúncia do acontecido, a Polícia Ambiental iniciou os trabalhos no caso. Junto com uma equipe de zoonoses da Prefeitura de Dourado, os policiais foram até o local para averiguar a situação do animal. Informações dão conta de que as condições do cavalo agora são monitoradas, enquanto tudo é investigado. 

 

Nas imagens do vídeo que repercutiu pelas redes sociais, duas pessoas seguram o cavalo com cordas, até que ele cai no chão. Em seguida, um terceiro chega agredindo o animal, junto de um dos que já estavam envolvidos na situação. 

 

Vale lembrar que um projeto de Lei da Câmara dos Deputados, de 2019, decretou a proibição do uso de chicotes em animais em todo o território nacional. “O descumprimento do previsto nesta lei sujeita o infrator às sanções administrativas, cíveis e criminais cabíveis decorrentes da conduta de maltratar animais”, esclarece o documento. 

 

Indignados com a situação e com o objetivo de combater novos casos de maus-tratos, uma passeata foi marcada em Boa Esperança do Sul. Envolvidos no ato de violência contra o animal seriam da cidade. O ato de conscientização e de manifestação acontecerá neste domingo (3), a partir das 9h, na praça do Skinão. 

 

Pelas redes sociais, o prefeito de Boa Esperança do Sul, Manoel do Vitorinho, repudiou o acontecido. “O vídeo que repercutiu na internet de um cavalo sofrendo maus-tratos, em uma propriedade rural de Dourado, é de causar extrema indignação. O amor que um animal sente pelos seus donos jamais deve ser retribuído com violência e crueldade. Tenho a certeza de que as autoridades estão atentas ao caso e trabalham também para cuidar e proteger o animal, que merece ser tratado com dignidade”, disse. 



 

A equipe de jornalismo do Portal Araraquara Agora procurou a Polícia Militar Ambiental para buscar mais informações sobre o andamento do caso, que confirmou que recebeu uma denúncia pela equipe de São Carlos.

Conforme informado, os envolvidos já foram qualificados e figuram como "autor direto" no processo administrativo.
"Os responsáveis podem responder pelo crime capitulado no artigo 32 da Lei Federal nº 9.605/98: Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos a pena pode ser de detenção, de três meses a um ano, e multa. Além de responder em processo administrativo aberto no ato da fiscalização por força da Resolução SIMA-5, de 18-1-2021", explica. 


Sobre o animal, a Polícia Ambiental esclareceu que ele foi localizado em um pasto da propriedade fiscalizada, aparentemente com pequenas escoriações, mas sem gravidade, com água e alimento à disposição e abrigo contra intempéries. O Centro de Zooneses de Dourado, através da médica veterinária, emitiu um lado técnico, assim como providenciará meios para remover o animal do local e espaço para sua destinação. 

*Matéria atualizada para inclusão do posicionamento da Polícia Militar Ambiental*
Link
Mais Vídeos »
Comentários »