18/06/2021 às 10h59min - Atualizada em 18/06/2021 às 10h59min

Bolsonaro critica lockdown em Araraquara e diz que cidade tem maior média de mortes do país

Prefeito Edinho Silva rebate: “Presidente falta com a verdade”

Direto da Redação
Araraquara foi alvo novamente de ataques do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em sua live semanal, o presidente criticou o lockdown que a cidade vai adotar a partir deste domingo (20).

Sem apresentar estatísticas, Bolsonaro censurou o prefeito Edinho Silva (PT): "Nós temos o prefeito de Araraquara, não sei o que tem na cabeça dele. Novamente programando um novo lockdown na sua cidade. Uma cidade que morre mais gente que a média no Brasil".

Na manhã desta sexta-feira (18), Edinho Silva fez uma live em sua rede social desmentindo os argumentos de Bolsonaro:

“A Live (de Bolsonaro) divulga inverdades e ataca uma cidade que tem procurado fazer o certo e seguir a ciência. Não é verdade que a letalidade de Araraquara está acima do Brasil. O Brasil tem uma letalidade de 2.8 e em Araraquara a letalidade é de 2.01, abaixo da letalidade do País, abaixo da letalidade do Estado de São Paulo”, disse o prefeito.

Leia mais: Qualquer medida que não comece com um lockdown será pouco eficiente para controlar a pandemia, alerta especialista

Edinho ainda disse que Bolsonaro deveria usar sua força do cargo de presidente, para unir o País em defesa da vida: “É muito triste ver essa disputa política partidária no meio de uma pandemia. É falar quando não se enfrenta um dia a dia de uma pandemia”.

Sobre o lockdown, o prefeito reafirmou a necessidade das medidas restritivas: “Araraquara só faz lockdown porque temos que evitar o colapso no sistema de saúde. Pessoas doentes sem acesso a leitos”.

Edinho ainda disse que “Se nós tivéssemos no Brasil uma vacinação acelerada, certamente Araraquara e nenhuma cidade do estado de São Paulo e do Brasil adotaria medidas restritivas” finalizou o prefeito.

Vale lembrar que o Departamento Regional de Saúde (DRS 3), divulgou nesta quinta-feira (17) que em maio, 88 pacientes com Covid-19 morreram em toda a região aguardando um leito de UTI no sistema de regulação de vagas, o Cross.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Zap
Atendimento
Oi, eu sou Willian Oliveira. Precisa de ajuda? Aqui você pode sugerir pauta, falar com nosso departamento comercial, estamos a sua disposição