25/08/2021 às 22h14min - Atualizada em 25/08/2021 às 22h14min

Implantação de câmeras de segurança dependem de iniciativa da administração dos cemitérios

Secretário municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública comenta sobre a segurança dos locais. Entenda

Direto da Redação
Cemitério São Bento/ Foto: Prefeitura

O crescente número de ocorrências de furtos no Cemitério São Bento levou o vereador Lucas Grecco (PSL), a apresentar um requerimento questionando novamente (já que a Câmara havia cobrado anteriormente), a administração municipal sobre a estrutura de segurança que funciona no local e no outro cemitério público da cidade, o Cemitérios dos Britos, antigo Cemitério das Cruzes.

 

O parlamentar relatou no documento que no dia 12 de julho ocorreu a prisão de três pessoas, envolvidas no furto de 200 quilos de peças do cemitério. Contudo, poucos dias depois, em 22 de julho, foram furtados novamente vasos de bronze e outros objetos dos túmulos do Cemitério São Bento. O parlamentar pediu mais informações sobre o funcionamento da segurança nos locais.

 

Isso causa prejuízo para as famílias que procuram homenagear as pessoas queridas que partiram, com uma imagem ou outro ornamento no túmulo. Causa ainda indignação e revolta. O poder público precisa tomar providências sérias neste sentido. Somo o meu pedido ao de outros vereadores que também agiram sobre o mesmo assunto, para demonstrar minha indignação e cobrar ações efetivas”, apontava Grecco.

 

Em resposta, o secretário municipal de Cooperação dos Assuntos de Segurança Pública, João Alberto Nogueira Júnior, informou que no Cemitério São Bento são realizadas rondas internas e externas pela Guarda Civil Municipal (GCM), de viatura e a pé, sendo que a GCM possui a chave do local. No caso do Cemitério das Cruzes, são realizadas rondas externas, sendo que a GCM não possui a chave do local.

 

Quanto à GCM, são equipes com viaturas com dois GCMs em patrulhamento, sem ser posto fixo.

 

Atualmente, a segurança dos cemitérios municipais é realizada somente pela Guarda Civil Municipal em patrulhamento, não se tratando de posto fixo. No Cemitério São Bento, há monitoramento somente no Velório Municipal; no Cemitério das Cruzes, não há monitoramento por câmeras. A implantação de monitoramento por câmeras depende de projeto específico que deve partir da administração dos cemitérios, contando com o apoio desta Secretaria para definição de posicionamento de câmeras”, detalha Nogueira.

 

Ainda segundo o secretário, no ano de 2020, constam três boletins de ocorrência da GCM, sendo um no Cemitério São Bento e dois no Cemitério das Cruzes. No ano de 2021, constam 14 boletins de ocorrência da GCM, sendo 11 no Cemitério São Bento e três no Cemitério das Cruzes.


Fonte: Câmara Araraquara


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »