12/01/2022 às 13h18min - Atualizada em 12/01/2022 às 13h18min

Criança com comorbidade ou deficiência será prioriedade na vacinação contra a Covid-19

Veja quais são as comorbidades e deficiências e como comprovar; prioridade também vale para indígenas e quilombolas

Crianças com comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas serão prioriedades na vacinação contra a Covid-19. O anúncio sobre a imunização do público infantil foi feito durante coletiva de imprensa, no Palácio dos Bandeirantes.

De acordo com o governo estadual, a capacidade de vacinação do público infantil no território paulista será de 250 mil crianças por dia. Apesar disso, conforme mencionado pelo Governo do Estado de São Paulo, a quantidade de vacinas ainda é baixa e o governo estadual aguarda o envio de doses por parte do Ministério da Saúde.

Com poucas doses, a vacinação de crianças em São Paulo seguirá o que foi preconizado pelo Ministério da Saúde, com prioridade para comorbidades, deficiências, indígenas e quilombolas. "O quantitativo de doses não nos permite fazer a vacinação de toda a população de 5 a 11 anos", esclareceu a coordenadora geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula. 

O governo estadual também anunciou quais serão as comorbidades e deficiências consideradas para a vacinação de crianças (veja imagem abaixo). Haverá a necessidade de comprovar as comorbidades, com a apresentação de exames, receitas, relatório médico ou uma prescrição médica. Além disso, muitas crianças possuem um cadastro na unidade básica de saúde, que poderá ser usado. 



Segundo o governo estadual, cerca de 240 mil doses de vacina serão recebidas pelo Ministério da Saúde entre 14 e 15 de janeiro. A quantidade ainda é considerada baixa. 

Pré-cadastro

O governador João Doria informou nesta quarta-feira (12) que já está disponível na internet o pré-cadastro para a vacinação de crianças com 5 a 11 anos. 

O pré-cadastro deve ser feito pela internet, na plataforma Vacina Já. O site pode ser acessado clicando aqui. Vale lembrar que não trata-se de um agendamento para a vacinação, pois o pré-cadastro serve para agilizar o processo de imunização e o registro pela unidade de saúde no dia da aplicação. 
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »