16/06/2020 às 12h00min - Atualizada em 15/06/2020 às 18h07min

Como se livrar da prisão de ventre

Existem vários fatores que podem "prender" o intestino, entre eles: a falta de exercícios físicos, uma alimentação pobre em fibras e beber pouca água.

Porém, uma nova causa surgiu, a quarentena. Com o home office ficamos mais tempo em casa, sem se movimentar muito, e mais ansiosos também. Então, a quarentena para algumas pessoas pode soltar o intestino, mas para outras o intestino ficou ainda mais preso.

Mas, o que pode realmente ajudar é alimentação:

Alimentos que devem ser evitados

Alguns alimentos podem atrapalhar o funcionamento intestinal e devem ser evitados:

  • Alimentos ricos em gorduras:  Alimentos fritos, empanados e comida congelada;
  • Alimentos ricos em açúcar: Refrigerantes, bolachas recheadas, chocolate ao leite, bolos recheados;

  • Carnes processadas: Salame, bacon, linguiça, presunto, peito de peru, salsicha.

Alimentos que previnem a prisão de ventre

O consumo frequente desses alimentos ajudam a evitar a prisão de ventre:

  • Vegetais (verduras e legumes) especialmente legumes crus e folhosos como couve, espinafre, agrião e almeirão;

  • Frutas: mamão, ameixa, pera, abacate, laranja (com o bagaço);

  • Cereais integrais como aveia, farinha de trigo integral e arroz integral;

  • Sementes como linhaça, chia, gergelim e girassol;
  • Feijões de todos os tipos: preto, carioca, branco, lentilha e grão de bico;

  • Probióticos, como iogurtes, kefir, kombucha , pois ajudam a regular a flora intestinal.

Mas, e a água?

O consumo dos alimentos listados acima podem não causar o efeito esperado se não houver o consumo adequado de água. Pelo contrário, sem tomar água a prisão de ventre pode até piorar, causando um "entupimento" intestinal. Tomar bastante água ao longo do dia ajudar a hidratar o bolo fecal, facilitando a saída do mesmo pelo intestino. Por isso, é importante aliar todas essas orientações ao consumo de água e a prática de atividade física para regular o trânsito intestinal.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »