20/06/2020 às 18h40min - Atualizada em 20/06/2020 às 15h19min

Unidades de educação no Valle Verde serão entregues na volta às aulas

Na última sexta-feira (20) o prefeito Edinho Silva, acompanhado de vereadores e de alguns membros do primeiro escalão do governo visitaram as obras das unidades educacionais que estão sendo construídas na região do Valle Verde, em Araraquara. Fizeram live, tiraram fotos, elogiaram os projetos, divulgaram materiais para a imprensa, mas só faltou divulgar a principal informação: quando elas serão entregues para a comunidade da região Norte. 

É preciso lembrar que desde a inauguração dos conjuntos habitacionais, ainda na gestão passada, os moradores sofrem com a falta de equipamentos públicos, principalmente nesse setor. Essas obras atendem demanda eleita como prioritária no Orçamento Participativo.

O portal Araraquara Agora questionou o município a respeito dos respectivos prazos, e segundo nota a Secretaria de Educação espera poder contar com as unidades já no pós pandemia, na retomada das aulas, que ainda não tem data certa para acontecer.

São quatro unidades que foram implantadas: uma escola de ensino fundamental e três CERs (Centros de Educação e Recreação), em investimento total de R$ 11 milhões — parceria com a Caixa Econômica Federal.

A primeira visita foi na escola, que fica atrás da UPA (Unidade de Pronto Atendimento). A unidade terá 12 salas de aula, quadra coberta, laboratórios, sala de informática e outros ambientes pedagógicos.

“Praticamente, as obras estão encerradas. Falta apenas o alambrado, terminar o gramado. Foi uma obra escolhida pela população no Orçamento Participativo. Infelizmente, esta região foi entregue sem unidade de saúde, sem escola e sem creche. A população foi para as plenárias do Orçamento Participativo e corrigiu essa injustiça. É uma escola muito estruturada e com a qualidade que a população desta região merece”, explicou Edinho em transmissão ao vivo pelas redes sociais.

“A unidade nasceu como uma escola de tempo integral, mas, por conta da pandemia [da Covid-19] e da suspensão das aulas, ainda não sei se, neste ano, já nasce nesse modelo. Mas nós queremos que ela seja uma unidade de educação integral, atendendo de 350 a 400 alunos”, complementou.

Em seguida, Edinho e as demais autoridades visitaram as três unidades de educação infantil construídas na região: na Avenida Henrique João Baptista Crisci (ao lado da UPA), na Avenida Olímpio Bolzan e na Rua Maria do Carmo Granato. Cada uma das unidades terá capacidade para cerca de 100 alunos.

“São três CERs e uma escola que irão minimizar a situação de falta de unidades escolares na região. E graças ao Orçamento Participativo”, destacou o prefeito.

Além da estrutura educacional, a Prefeitura também já está concluindo o projeto para a implantação de uma unidade básica de saúde na região, o que também foi reivindicado pelos moradores no Orçamento Participativo.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »