16/07/2020 às 18h15min - Atualizada em 16/07/2020 às 18h15min

PDT, PV e PSB se unem para disputar eleições em novembro

As eleições municipais foram adiadas para novembro por causa da pandemia do novo coronavírus, mas esse prazo maior não desacelerou os políticos de Araraquara que seguem se articulando para a disputa. Nesta quinta-feira (16) PDT, PV e PSB anunciaram uma união que começa agora e deve se estender até a campanha presidencial de 2022. O anúncio da parceira foi feito em umaa lice ni Facebook e a decisão foi tomada pela liderança dos três partidos na cidade, com a anuência das respectivas executivas estaduais. “Nenhum partido aderiu a ninguém , o que acontece aqui é uma integração de três partidos que tem história de vida, de respeito pelas pessoas, que não vão fazer Fla-Flu, a guerra de nós contra eles, não vai alimentar o ódio contra ninguém, nós queremos uma Araraquara diferente, uma Araraquara progressista e humanista", disse o ex-secretário da Educação e presidente do PSB, Orlando Mengatti, o Nino. Fernando César Câmara, o Galo, presidente do PV, explicou que a decisão do partido veio depois de muita reflexão. "A gente deve amadurecer bastante o projeto. Estou reproduzindo o que a direção nacional e estadual tem feito com esses partidos, de formar um projeto não só para 2020, mas para 2022 também”, disse ele. O líder municipal do PDT classificou a união como histórica. “Hoje esses três partidos dão um passo muito importante em função de uma nova proposta e um novo horizonte para a nossa cidade. Entendo que PDT, PSB e PV demonstram compromisso grande com o futuro de Araraquara e sua população", pontuou Baptistini. As três legendas já têm uma importante decisão a tomar já que entre eles há pelo menos dois pré-candidatos a prefeito. Pedro Baptistini e Nino Mengatti já se apresentaram anteriormente como postulantes ao cargo de prefeito, na disputa. Agora eles garantem que não é o momento dessa definição, mas sim de construir um projeto de governo para a cidade. Apesar de caminharem juntos nas eleições, vale lembrar que de acordo com mudanças recentes nas regras eleitorais, a coligação só é válida para a disputa majoritária, quer dize, para o cargo de prefeito e vice. Para vereador os partidos deverão ter chapas separadas.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »