Araraquara Agora Publicidade 728x90
25/04/2023 às 09h34min - Atualizada em 25/04/2023 às 09h50min

Diretório Acadêmico do curso de direito de Universidade de Araraquara repudia ato de racismo contra entregador

Caso ocorreu em Taquaritinga; entenda

Direto da Redação
Reprodução

Leia Também:
Empresária cai no golpe do falso de sequestro em Araraquara; prejuízo de R$ 9 mil.
BAEP apreende cocaína, crack e maconha em conjunto habitacional de Araraquara.




O Diretório Acadêmico do Curso de Direito da Uniara manifestou repúdio às declarações racistas feitas pela estudante do primeiro ano do curso de direito. O caso ocorreu no último sábado (22), na cidade de Taquaritinga e ganhou repercussão nacional.
 

Preto, macaco, f*dido, filha da p*ta”, dizia uma das duas jovens que aparecem em um vídeo após se indignarem com o valor da nota de uma entrega de lanche. A outra ainda reforça “ele é tudo isso”, ao som de risadas de outros jovens. Veja o vídeo:





 

Após receber dos colegas de profissão o vídeo das jovens e indignado, o moto-entregador, de 29 anos, registrou um boletim de ocorrência. Pouco tempo depois, o vídeo viralizou.

 

Como representantes dos estudantes de nosso curso, nos posicionamos, veementemente, a favor de que sejam tomadas todas as medidas legais e administrativas para que tais declarações sejam severamente responsabilizadas, com rigor legal”, diz o diretório acadêmico do curso de direito da Uniara.

 

 

Um boletim de ocorrência de injúria racial foi registrado e o caso será investigado pela Polícia Civil de Taquaritinga.


Já o diretório da Universidade ressaltou que “medidas administrativas de nossa parte serão tomadas para promover a remoção da aluna dos quadros da associação, encaminhando propositura interna para análise do absurdo caso, com o intuito de proibir qualquer tentativa de futura ocupação de funções caras à comunidade estudantil”.

 


Um protesto por diversos moto-entregadores foi realizado ainda no sábado (22) em frente da casa da estudante. No domingo (23), o protesto ganhou as principais ruas da cidade.

 

Nas redes sociais, as jovens pediram desculpas após o vídeo viralizar. O jornalista Willian Oliveira comentou o caso, em live, no Giro Aqa. Confira:



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90