Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
21/09/2023 às 10h32min - Atualizada em 21/09/2023 às 10h32min

Corpo Carbonizado: testemunha relata ter visto vítima do lado de fora da casa; entenda

Ele retornou para a casa, ‘talvez para pegar algo’, diz; polícia investiga

Direto da Redação
Reprodução/ Flavio Fernandes
Siga nossas redes sociais Facebook e Instagram.


Leia Também:

 


Colaboração: Flavio Fernandes. 


A polícia investiga as causas do incêndio que matou um homem, na madrugada desta quinta-feira (21) em Araraquara. O incêndio ocorreu na Avenida João Batista de Oliveira, na Vila Santa Maria,
ao lado da Praça Daniel Munhoz Garcia Perez, na Vila Xavier.

 

Três residências, que ocupam o mesmo terreno, foram atingidas. Um dos imóveis é utilizado para comercialização de veículos, além de no local, funcionar também uma reciclagem.

 

Segundo o boletim de ocorrência, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para apagar um incêndio em um comércio de reciclagens. Na residência do meio residia a vítima que foi localizada pelo Corpo de Bombeiros, já sem vida, após a contenção do incêndio. O homem ainda não foi identificado.


Na casa ao lado, reside um morador que relatou aos policiais que por volta das 3h ouviu o “estalar” do fogo. Ao sair da casa, viu as chamas tomando conta do local. 
Ainda de acordo com o morador, as chamas se iniciaram no terreno, “na divisa com o muro da Nestlé e avançaram para as casas”, diz o B.O.

 

A testemunha ainda recorda ter visto a vítima do lado de fora, porém ele retornou para a casa, “talvez para pegar algo, não sendo mais visto”.

 

Testemunhas informaram aos policiais que usuários de drogas costumam frequentar a reciclagem, a qual não estaria mais funcionando, “sendo que o fogo poderia ter se iniciado por obra deles”. Porém não há provas que comprovem o fato.

 

Diversos veículos foram queimados. A Polícia Militar e a perícia foram acionadas. A Defesa Civil interditou o local por conta de riscos de desabamento. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML. O caso será investigado.



Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »