Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
21/11/2023 às 15h50min - Atualizada em 21/11/2023 às 15h50min

Shows do Novembro Negro levam 50 mil pessoas ao CEAR, divulga Prefeitura

No feriado, Seu Jorge foi a grande atração da noite com seus sucessos e sua energia, enquanto Mariene Castro realizou lindo show, exaltando a cultura afro-brasileira

Foto: Matheus José Maria

Os shows da programação do Novembro Negro, em comemoração ao dia da Consciência Negra, dia 20 de outubro, levaram um público de aproximadamente 50 mil pessoas para o Centro de Eventos de Araraquara (CEAR). O balanço foi divulgado pela Prefeitura de Araraquara.
 

Seu Jorge foi a grande atração da noite do feriado, que contou ainda com show de Mariene de Castro e o prata da casa DJ Lelee, em programação gratuita, com realização da Prefeitura de Araraquara, Ministério do Turismo e o apoio institucional do Sesc Araraquara e EPTV.

 

A animação contagiante de Seu Jorge colocou o público em sintonia com o repertório cheio de sucessos e o resultado foi a satisfação geral. Seu Jorge - ator, cantor, compositor e multi-instrumentista brasileiro – fez um show cheio de energia e vibração, acompanhado por uma superbanda, alternando momentos nostálgicos, grandes versões e impressões pessoais ao interpretar o seu extenso legado entre parcerias, contribuições, álbuns e participações especiais. Com o seu timbre de voz inconfundível, o músico apresentou um show que transitou por diversos estilos - MPB, R&B, samba e soul, com hits da sua carreira conhecidos de todos os fãs: "Carolina", "Burguesinha", "Mina do Condomínio", "Pessoal Particular", "Quem não quer sou eu", "Zé do Caroço", "Amiga da minha Mulher", "Tive Razão" - entre outros.
 

Mariene Castro realizou um show incrível, exaltando a cultura afro-brasileira em sua obra musical. No show "Maria das Marias", ela celebra as mulheres da música brasileira, sua potência transformadora e resistência – em especial as mulheres sambistas.

No repertório, Mariene apresentou sambas clássicos, imortalizados nas vozes de nomes como Alcione, Beth Carvalho, Clementina de Jesus e Dona Ivone Lara – entre outras. Assim, "Maria das Marias" fez uma grande festa honrando todas as Marias e toda a ancestralidade. Os shows do feriado contaram com a participação do prata da Casa DJ Lelee, com uma curadoria musical cheia de influências do rap, funk, brasilidade e música preta no geral.


No sábado, primeiro dia da programação dos shows, Teresa Cristina apresentou o show "Sorriso Negro", apenas com mulheres no palco e um repertório todo de compositoras e compositores pretos. A cantora presenteou o público com um repertório que resgatou sambas inesquecíveis de Dona Ivone Lara, Lecy Brandão, Jovelina Pérola Negra, Candeia, Cartola e Wilson Moreira. Foi um show sensível e forte que animou o público, também em uma noite agradável, com programação de samba. A abertura dos shows de sábado contou com o prata da casa Junior Barros, acompanhado de banda cheia de talentos de Araraquara, em uma apresentação variada.


A programação do domingo, devido ao clima chuvoso, foi cancelada e a participação de Rincon Sapiência – na noite do Hip Hop - teve que ser adiada, em data a ser estudada. Também se apresentariam os pratas da casa: DJ Fulô, Prettu Nell, Coletivo Bases e o show "Êxodo ao Ego de Joio", com Chacal, Shaki Almas Reais e Dj Alf Dee.


O Novembro Negro 

Neste mês de novembro, a Prefeitura de Araraquara vem realizando o "Novembro Negro", com o tema "Até onde vai o seu racismo?", com uma programação dedicada à reflexão sobre o valor e a contribuição da comunidade negra, com o propósito de ressaltar o protagonismo das pessoas negras.

 

"O Dia da Consciência Negra é o dia de refletirmos sobre a sociedade que queremos construir. Mas também é o dia de pactuarmos novas ações, novas atitudes e vencermos definitivamente essa que é a pior doença: o preconceito, o racismo e a discriminação. Organizamos o maior Novembro Negro da nossa história e agradeço muito o governo Lula, ao Ministério do Turismo, que nos proporcionaram esse 20 de novembro tão especial e a todos os envolvidos que trabalharam para sua realização", declarou o prefeito Edinho.  
 

Ainda no feriado de 20 de novembro, a programação  começou com a 17ª Marcha da Consciência Negra, a Marcha do Dia Internacional da Memória Trans e a Marcha dos 21 dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas. O cortejo saiu da Praça do Japão e seguiu rumo ao Cear.
 

A programação gratuita segue até o dia 2 de dezembro com uma ampla agenda de atividades que já envolveu ainda apresentações musicais e artísticas, exposições, inauguração do Centro de Cultura das Religiões de Matrizes Africanas, exibições comentadas de documentários, comemoração do Dia da Umbanda, atividades de letramento racial, Ciclo de Formação Aquilombamento Aqualtune, Prêmio Zumbi dos Palmares na Câmara Municipal e a Marcha da Consciência Negra.
 

A programação completa do Novembro Negro pode ser conferida no site da Prefeitura (www.araraquara.sp.gov.br)

 
 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90