22/03/2020 às 19h55min - Atualizada em 22/03/2020 às 19h55min

Exames demoram e casos suspeitos se acumulam em Araraquara; já são 16

Se tem uma coisa que tem atrapalhado os órgãos de saúde e até mesmo a compreensão do araraquarense em relação a disseminação do coronavírus na cidade é a demora pela divulgação dos resultados de exames de pacientes considerados suspeitos. Até agora, dos 20 casos notificados e com materiais enviados para o Instituto Adolf Lutz de São Paulo, apenas 4 retornaram e deram negativo. Dois apontaram que os pacientes tinham influenza. São 16 casos suspeitos da doença. Pessoas que seguem em isolamento, distante de seus familiares e angustiados para saber o que de fato as deixou doentes. Sem falar dos órgãos de saúde que trabalham com a hipótese, desperdiçam tempo, energia e recursos, muitas vezes em casos que não deveriam trazer preocupação. Na dúvida, trata-se como coronavírus, é melhor prevenir do que correr atrás do prejuízo, mas isso tem um custo, e ele é alto. Neste domingo, um idoso de 72 anos morreu com suspeita da doença, na Santa Casa. Em Matão já são duas mortes suspeitas que aguardam laudos comprovatórios e em São Carlos, hoje, uma pessoa também teria falecido após complicações provocadas pela covid-19. Veja a íntegra do boletim diário feito pela Prefeitura, falando da situação de Araraquara: O Comitê de Contingência do Coronavírus, instituído pela Prefeitura de Araraquara, esteve reunido na manhã deste domingo (22) para avaliação e deliberação de ações com vistas a combater a transmissão do coronavírus.  Vale ressaltar que o Comitê tem tomado, desde a sua instituição na última segunda-feira (16), uma série de medidas de restrições visando o distanciamento social, como indica os órgãos de vigilância em saúde. As ações foram graduais, em sintonia com a realidade local, visando a não desorganização do serviço público, já que nosso maior instrumento no enfrentamento do vírus é a organização do sistema de saúde  Dessa forma, Comitê de Contingência do Coronavírus deliberou que:  - A Prefeitura continua trabalhando na elaboração de um documento, decretando o município em estado de Calamidade Pública, nos moldes das iniciativas anunciadas pela Presidência da República e Governo do Estado. Este decreto municipal, a ser publicado nos Atos Oficiais do Município na terça-feira, dia 24 de março, regulamentará, à luz das medidas determinadas pelo Governo do Estado de São Paulo, as ações municipais.  - Sobre a atividade econômica no município, em consonância com o decreto do Estado de São Paulo que estabeleceu a quarentena, fica determinado o fechamento de todos os estabelecimentos de comércio e de serviços não essenciais à população do Município, por 15 (quinze) dias contados de 24 de março de 2020, com a possibilidade de atendimento drive-thru e delivery.  - Todas as medidas serão detalhadas no texto do decreto que está sendo finalizado.  SAÚDE  - A partir desta segunda-feira, dia 23 de março, 35 Unidades Básicas de Saúde do município estarão realizando a campanha de vacinação contra a gripe para idosos e profissionais da saúde. O horário de segunda a sexta-feira será das 7h30 às 16h30. No dia 28 de março, sábado, a vacinação será realizada, exclusivamente para idosos, das 7h às 13h.  - As unidades de saúde estão sendo organizadas para se evitar aglomeração de idosos que procurarem pela vacina.  EDUCAÇÃO  - Todas as Escolas Municipais de Ensino Fundamental (EMefs) e os Centros de Educação (CECs) estarão fechadas a partir desta segunda feira, dia 23 de março. - No caso dos Centros de Educação e Recreação (CERs), estarão fechados todos aqueles que não tiveram demanda manifesta para funcionamento. - As demais unidades de educação infantil que têm demanda manifesta inferior a 10% terão o atendimento reavaliado a partir de amanhã de manhã (23 de março), com a equipe gestora da unidade, supervisão de ensino e equipe técnica da Secretaria Municipal da Educação. - Nesta segunda-feira, a equipe técnica da secretaria e supervisão de ensino e os diretores das unidades de educação infantil com percentuais acima dos 10%, tomarão medidas para a reorganização da rede para atendimento das crianças em situação de vulnerabilidade com demanda manifesta e/ou o atendimento de alunos matriculados, filhos de profissionais de saúde e de segurança que estão na linha de frente no combate ao Coronavírus. - Em todas as unidades fechadas, serão organizados os serviços essenciais para assepsia, assim como a manutenção das ações de combate à dengue no interior das escolas. - Pedimos a compreensão, a calma e a parceria de todos nesse momento de reorganização dos serviços públicos. Entendemos a preocupação de todos, mas reiteramos todas as situações estão sendo analisados, com atenção, para que sejam dadas as diretrizes adequadas na prestação dos serviços.  - Agradecemos o empenho de todos os profissionais da educação, da saúde, da segurança pública, assistência e desenvolvimento social, demais profissionais do Município e representantes das entidades da iniciativa privada que estão na força tarefa de combate à disseminação do Coronavírus.  SUSPEITOS - Araraquara contabiliza 20 casos notificados até o momento, sendo que, destes, 4 foram descartados (2 diagnosticados como Influeza) e  nenhum confirmado. No momento, 16 casos estão sendo monitorados, aguardando resultados, e, destes, 7 estão internados. DÚVIDAS  O Comitê de Contingência do Coronavírus reforça a necessidade de a população se certificar das informações a serem circuladas e sugere que para toda e qualquer dúvida a respeito do coronavírus seja utilizado o telefone da Ouvidoria da Saúde (800-771-7723), das 7h30 às 20 horas. O comitê terá reuniões diárias e sempre estará atento aos acontecimentos em Araraquara, no estado de São Paulo e em todo o Brasil. Todas as decisões do comitê serão divulgadas pela Secretaria de Comunicação por meio de boletins informativos. Informações oficiais também podem ser acessadas no site www.araraquara.sp.gov.br, bem como nas mídias sociais oficiais da Prefeitura (Facebook e Instagram).
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »