03/06/2021 às 19h40min - Atualizada em 03/06/2021 às 19h40min

Dourado proíbe venda de bebidas alcoólicas e adota pulseiras de identificação

Cidade segue as medidas adotadas em Boa Esperança do Sul; proibição de bebidas vai até o dia 13 de junho

Por Rian Fernandes
Foto/Reprodução: Prefeitura de Dourado

Entre em nosso grupo do WhatsApp (clique aqui). 

A Prefeitura de Dourado
estabeleceu por meio de um novo decreto a proibição da venda de bebidas alcoólicas na cidade. A medida começa a valer a partir das 21h desta quinta-feira (3) e vai até às 6h do dia 13 de junho. Além disso, a cidade também vai adotar o uso de pulseiras para identificar os contaminados do coronavírus e suspeitos.

Ambas as medidas do novo decreto seguem o exemplo de regras adotadas em Boa Esperança do Sul. O intuito é tentar evitar o crescimento de novos casos da Covid-19. 

Comercialização de bebidas em Dourado

Por meio de decreto, Gino Torrezan, prefeito de Dourado, proibiu a comercialização em todos os estabelecimentos comerciais da cidade de bebidas alcoólicas a partir das 21h00 do dia 03 de junho até as 06h00 do dia 13 de junho. Ou seja, a medida vale tanto para o dia quanto para a noite. 

O descumprimento ensejará ao responsável pelo estabelecimento o pagamento de multa, assim como também para pessoas físicas. 

Descumprimento da quarentena

O descumprimento das medidas de isolamento estabelecidas por prescrição médica dos casos positivos, suspeitos ou pessoas de convívio direto (que residirem no mesmo imóvel) com os casos positivados ocasionará em multa

As medidas de isolamento prescritas deverão ocorrer nos domicílios dos pacientes, sendo terminantemente vedada sua circulação no Município de Dourado, salvo para atendimento clínico, oportunidade em que deverá ser requerida a diligência de ambulância afim de viabilizar seu transporte.

Somente será permitida a retomada da circulação quando o paciente positivo receber alta médica ou quando o suspeito, após a coleta e análise de exame laboratorial (RT-PCR), realizado pelo Departamento Municipal de Saúde, não for diagnosticado com a doença. 

Com relação as pessoas de convívio com pacientes positivados, só poderão voltar a circular quando este paciente obtiver alta médica e as pessoas de convívio não haverem apresentado sintomas da doença. As pessoas de convívio com pacientes suspeitos podem retornar a caminhar pelas ruas quando entregar resultado atestando o não diagnóstico da doença.

Pulseiras de identificação

Assim como em Boa Esperança do Sul, Dourado colocará pulseiras de identificação na cor vermelha para pacientes diagnosticados com a Covid-19 e de cor amarela para pessoas com suspeita ou de convívio com os contaminados.

As pulseiras serão colocadas no momento da consulta realizada pelo paciente e, nos casos de pessoas de convívio, através dos Agentes Comunitários de Saúde ou Agentes Sanitários do Município. 

É proibida a violação ou rompimento das pulseiras por parte dos pacientes ou pessoas estranhas ao atendimento de saúde do Município de Dourado. Havendo rompimento voluntário da pulseira, deverá o usuário comunicar imediatamente a Saúde para providenciar outra. 

O acompanhamento diário dos pacientes será feito pelo departamento municipal de Saúde e pelo de Zoonoses, além da vigilância sanitária. A pessoa que for flagrada em público ou descumprindo a quarentena obrigatória, com ou sem pulseira, será advertida. Um boletim de ocorrência será lavrado, sujeitando a uma pena de detenção que varia de um mês a um ano e multa. Além disso, o infrator será multado pela autoridade sanitária ao pagamento da multa estabelecida em lei municipal. 

O prefeito de Dourado também adotou o toque de recolher das 21h às 6h. 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »