15/06/2021 às 00h09min - Atualizada em 15/06/2021 às 00h09min

Mais uma cidade da região adota o uso de pulseiras para identificar pacientes com Covid

Medida tenta evitar que pessoa contaminada ou suspeita fure a quarentena obrigatória pela cidade

Foto/Reprodução: Pulseiras de identificação para Covid-19/ Município de Chopinzinho
A prefeitura de Trabiju divulgou na noite desta segunda-feira (14) as novas medidas tomadas para tentar conter o avanço de casos do coronavírus no município. As regras estabelecidas envolvem o comércio e também o cumprimento obrigatório da quarentena, inclusive com pulseiras para identificar pacientes contaminados e suspeitos da Covid-19. 

O município é mais um da região a adotar o uso das pulseiras para identificar os pacientes e evitar a violação da quarentena obrigatória. Nova Europa já havia aderido a medida, assim como Boa Esperança do Sul e Dourado. 

Comércio e bebidas

Conforme o decreto, os estabelecimentos comerciais deverão permanecer abertos entre 6h e 19h. O delivery é permitido em qualquer horário (24 horas). No entanto, os bares permanecem fechados para o consumo de bebidas alcoólicas.

Um ponto importante a destacar é que a venda é proibida sozinha. A comercialização pode ser feita desde que acompanhada com alimentação, porém, sendo proibida após às 19h em qualquer tipo de estabelecimento. 

O horário estabelecido acima, das 6h e 19h, vale para todo tipo de comércio da cidade (lojas de conveniência, salões de beleza, academias, etc). Os setores devem respeitar protocolos, como distanciamento social, e o limite de 40% da capacidade local. No caso de bares, restaurantes e similares, também existe o limite de até duas pessoas por mesa ou até quatro pessoas (caso seja da mesma casa). 

Vale lembrar que está vedada a prática de atividades esportiva coletiva e será permitida a realização de atividades religiosas respeitando regras de distanciamento social e o limite de 40% da capacidade do local, com término até às 20h. 

Enquanto isso, no dia 20 de junho, os estabelecimentos poderão atender até às 17h, com delivery podendo funcionar em qualquer horário (24 horas). A venda de bebidas após às 17h estará proibida. 

Supermercados

Entre as principais regras para os supermercados da cidade estão as seguintes medidas: aferir a temperatura antes da entrada da pessoa no local, fornecer álcool em gel ou 70%, ter a obrigatoridade do uso de máscara, distanciamento de 1,5 metros, higienizar carrinhos e cestas. O funcionamento é até às 19h e também vale a regra das bebidas alcoólicas. 

Toque de recolher

A cidade promete adotar o toque de recolher do governo estadual, que proíbe a circulação de pessoas entre 21h e 5h, exceto para deslocamentos como ir ou voltar do trabalho, buscar atendimento em unidades de Saúde ou posto de combustível. 

Pulseiras de identificação

Trabiju também será mais uma cidade a adotar as regras das pulseiras de identificação para pessoas com caso confirmado e para suspeitos da doença. Segundo o decreto, os acessórios apenas serão retirados pelos profissionais da saúde. 

O rompimento involuntário da pulseira deverá ser comunicado a unidade de saúde para que seja colocada uma nova. Além disso, os profissionais da saúde irão visitar e fazer ligações para verificar o cumprimento da quarentena.

Caso a violação seja constatada a violação do isolamento ou rompimento da pulseira, será lavrado um auto de constatação do ocorrido. A pessoa pode ser multada e poderá ser responsabilizada criminalmente. 

Multas
  • Não utilizar máscara - R$ 290,90 a R$ 581,80
  • Aglomeração e festas clandestinas - R$ 581,80 a R$ 1.454,50
  • Multa para responsável ou proprietário do local em que se realiza festa clandestina - R$ 581,80 a R$ 5.818,00
  • Pacientes que descumprirem a quarentena obrigatória - R$ 581,80 a 5.818,00 
  • Outras determinações do decreto - R$ 581,00 a R$ 5.818,00

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Zap
Atendimento
Oi, eu sou Willian Oliveira. Precisa de ajuda? Aqui você pode sugerir pauta, falar com nosso departamento comercial, estamos a sua disposição