Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
23/05/2022 às 09h54min - Atualizada em 23/05/2022 às 09h54min

Mulher morta em incêndio foi assassinada, diz a polícia

DIG busca por suspeito

Direto da Redação
Foto: Karunã Ferreira Coimbra Manduca/ Redes Sociais

A mulher, morta após incêndio em Araraquara, foi assassinada. A informação foi confirmada pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). O corpo de Karunã Ferreira Coimbra Manduca, de 30 anos de idade, foi encontrado carbonizado em uma residência, localizada na rua Santa Catarina, no Jardim Brasil. O incêndio criminoso ocorreu na manhã deste domingo (22).

 

O primo da vítima foi quem encontrou o corpo. Com a ajuda de vizinhos, ele quebrou a porta da sala, entrou e localizou o corpo de Karunã. Ela foi encontrada no quarto da casa. Estava com um pano no rosto, amarrada e amordaçada.

 

Vale lembrar que as chamas, controladas rapidamente pelo Corpo de Bombeiros, não destruíram completamente o imóvel, porém a vítima inalou muita fumaça e não resistiu. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), esteve no local, mas, infelizmente, a vítima já estava morta.

 

Investigações

Segundo a DIG, o incêndio foi criminoso, e um grande efetivo de policiais procura o principal suspeito do assassinato. Ele fugiu, e é procurado pelas autoridades.

 

Homenagens

O corpo de Karunã Ferreira Coimbra Manduca será velado no Memorial Sinsef, a partir das 11h, desta segunda-feira (23). O sepultamento está agendado para às 14 horas, no cemitério São Bento. Karunã deixa a filha, de apenas 10 anos. A menina estava na casa da avó no momento do crime.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »