Araraquara Agora Publicidade 728x90
28/07/2023 às 13h56min - Atualizada em 28/07/2023 às 13h56min

PF atualiza quantidade de drogas encontradas em avião interceptado pela FAB em Matão

A Polícia Federal informou que foram localizadas no interior da aeronave mais de 500 quilos de cocaína; o piloto e o passageiro conseguiram fugir

Flavio Fernandes
Foto: Divulgação/FAB
A Polícia Federal atualizou a quantidade de drogas encontradas em um avião de pequeno porte que foi interceptado por caças tucano da FAB (Força Aérea Brasileira) em Matão. O caso aconteceu manhã da última quarta-feira, (26), em uma área de terra próximo a rodovia Brigadeiro Faria Lima. 

Inicialmente a informação era de que tinham mais de 400 quilos dentro do avião, mas a PF atualizou o número para 503 quilos totalizando mais de meia tonelada de cocaína em pasta base. A rota usada pelos traficantes é conhecida como a Rota Caipira do tráfico internacional de drogas. 

O avião foi monitorado por 72 horas pela PF, antes de ser interceptado pela FAB e aeronave foi considerada suspeita por fazer o mesmo trajeto nos últimos dias. O trajeto foi feito de Dourado (MS) até o Paraguai e depois para São Paulo por várias vezes nos últimos dias. 

Um tiro de advertência foi disparado após várias tentativas de contato para que o piloto fizesse um pouso, o que não aconteceu fazendo a FAB interceptar o bimotor Beechcraft Baron. 

A Polícia acredita que o piloto arremassava as drogas do alto ou pousava em algum lugar para descarregar e que o destino dos entorpecentes seria o porto de Santos, onde eram colocados em navios e levados para europa. Tanto o piloto como o passageiro conseguiram fugir. 

O COMAE (Comando de Operações Aeroespaciais), GREFONT/MT (Grupo Especial de Fronteira, Polícia Federal e Polícia Militar participaram da operação, além dos caças da Força Aérea Brasileira. A Polícia Federal está investigando o caso para identificar os envolvidos. 



AVIÃO ABATIDO

Em julho do ano passado os caças da FAB, perseguiram uma aeronave até a divisa entre o estado de São Paulo com Mato Grosso do Sul na região de Jales. Após tiro de aviso de detenção e pouso não respeitadas, o avião carregado com mais de 600 quilos de cocaína fez um pouso forçado.

Segundo a FAB o tiro de aviso só é disparado quando a defesa aérea ordena, várias tentativas de contato foram feitas para que o avião fizesse um pouso. Mas as ordens não foram obedecidas, duas pessoas que estavam dentro da aeronave conseguiram fugir antes da chegada da polícia. 

A Polícia Federal segue investigando o caso para identificar os ocupantes do avião e os donos das drogas. 





 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90