Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
13/11/2023 às 20h46min - Atualizada em 13/11/2023 às 20h46min

'Eu perdoou o assassino mas quero justiça' diz mãe de Júlia após audiência do menor

Lucília Peixoto Silva é mãe da vítima e ficou frente a frente com o autor do crime; o juiz do caso ainda não definiu a sua decisão

Flavio Fernandes
Foto: Arquivo Pessoal
A audiência do adolescente de 14 anos acusado de ter matado Júlia Peixoto Machado de, 13, a facadas no antigo Tropical Shopping terminou no fim da tarde desta segunda-feira, (13), em Araraquara. O crime chocou a cidade e região em outubro deste ano. 

O adolescente chegou ao fórum por volta das 13h30 em um carro da fundação casa escoltado por uma viatura da Polícia Militar. O menor entrou pela lateral e foi acompanhado até a vara de infância e juventude. 

O delegado Gustavo Maio da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) que conduziu as investigações deste caso juntamente com investigadores e policiais militares que foram arrolados como testemunhas também compareceram.



Após o término da audência o adolescente foi levado de volta para Fundação Casa até que a decisão do juiz Marco Aurélio Bortolin seja definada. A previsão é que o resultado saia daqui 5 dias para saber se o menor continuará internado ou se responderá o crime em liberdade. 

VEJA O QUE DIZ A MÃE DE JÚLIA

Lucília Peixoto Silva que é mãe de Júlia conversou com a nossa reportagem do portal Araraquara Agora disse que está um pouco aliviada e achou que não iria conseguir falar por estar frente a frente com o autor do crime. 
 

“Eu sinceramente estou um pouco aliviada eu consegui conversar, falar mesmo com ele estando presente na sala era uma coisa que achei que não iria conseguir mas Deus tem me dado muita força, sabedoria, estou me apegando muito a Deus para passar por esse momento e graças a ele minha fé foi renovada. O maior advogado é ele e eu sei que a justiça dele nunca vai ser falha”, desabafou



Lucília também falou sobre a falta que a filha vai fazer em sua vida, já que ela era uma jovem cheia de sonhos e objetivos pela frente. Ela também disse que perdoa o autor e a família dele mas espera que a justiça seja feita.
 

“Vou falar para você o que eu falei lá na audiência dói muito saber que não vou ter mais a minha filha aqui, dói demais eu tenho passado por momentos de dificuldades mas isso que aconteceu com a Júlia foi a pior dor. Nenhuma mãe e nem ninguém deveria passar por isso que passei, mas eu consigo perdoar ele de todo meu coração. Consigo perdoar a família dele e o meu desejo é que a justiça seja feita mesmo, eu sei que ele vai ficar lá na (Fundação Casa) por 3 anos e meio mas não quero que a vida da minha filha seja resumida em apenas 3 anos e meio porque hoje é minha filha mas amanhã ou depois pode ser de outra pessoa”, disse 



A mãe dela ainda disse sobre o sentimento de insatisfação que sempre vai ter e por onde quer que ela vá vai levar a filha para sempre em seu coração e de sua família. 
 

“Meu sentimento de insatisfação sempre vai ter porque quem perde o filho desta maneira não está satisfeito com o desenrolar das histórias mas tenho que seguir minha vida e sempre estarei procurando, buscando para que essa justiça seja realmente feita que ele pague por isso porque o ser humano é muito cruel e ele foi muito cruel com a Júlia e não deu chance pra ela se defender. É revoltante você tentar imaginar o sofrimento que minha filha passou e não conseguir estar ali para salva-lá mas Deus sabe de todas as coisas”. finalizou 


A defesa do acusado foi procurada e ainda não se manifestou, quando houver um posicionamento está matéria será atualizada. O portal Araraquara Agora segue acompanhando esse caso. 


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90