Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
14/11/2023 às 15h08min - Atualizada em 14/11/2023 às 15h08min

Homem é preso tentando aplicar golpe em cartório no Centro de Araraquara

O rapaz tentou fugir quando percebeu que os escreventes iriam acionar a PM; indagado ele disse que recebeu R$ 3 mil para fazer o serviço e que era de Carapicuiba

Flavio Fernandes
Foto: Arquivo Araraquara Agora
Um homem de 42 anos foi preso pela Polícia Militar tentando aplicar golpe em um cartório na tarde desta última segunda-feira, (13), em Araraquara. O caso aconteceu no Centro. 

Segundo boletim de ocorrência a PM foi acionada pelos escreventes para Avenida São Paulo, quando chegaram no estabelecimento foram informados que um casal de idosos havia iniciado um processo de abertura de firma mas apresentou documentos falsos. 

Quando fizeram pesquisa dos dados da documentação apresentada estava dando confronto, logo após a saída do casal o rapaz detido apareceu perguntando o que eles precisavam para assinar ou completar. Uma ligação havia sido feita a eles nesse sentido. 

Os escreventes perceberam que havia algo errado resolveram acionar a Polícia Militar, o acusado ao perceber que a polícia seria chamada tentou fugir do local. Ele foi seguido por um funcionário e abordado pelos policiais cerca de 100 metros do cartório, nada de ilícito foi encontrado. 

Indagado o homem disse que foi contratado por duas pessoas que estavam em um VW/Virtus para acompanhar o casal e que recebeu a quantia de R$ 3 mil. Ele também falou que era da cidade de Carapicuiba que fica na grande São Paulo e que não passaria mais nenhuma informação. 

O caso foi apresentado no Plantão Policial onde o delegado de plantão tomou ciência dos fatos registrou boletim de ocorrência por uso de documento falso, associação criminosa e tentativa de estelionato. O rapaz foi preso e encaminhado para Cadeia Pública de Santa Enerstina. 

O celular dele e dois chips foram apreendidos e vão passar por perícia, agora a Polícia Civil aguarda os laudos periciais para investigar o caso e identificar quem seria essas duas pessoas ou se existe uma quadrilha de estelionatários por trás disso. 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90