Araraquara Agora Publicidade 728x90
13/05/2024 às 14h56min - Atualizada em 13/05/2024 às 14h56min

Confusão termina com Guarda Municipal ferido e adolescente baleado em Ibaté

O caso aconteceu durante o atendimento de uma ocorrência de violência doméstica no Jardim Cruzado

Flavio Fernandes
Foto: Redes Sociais
Uma confusão generalizada terminou com um Guarda Municipal ferido e um adolescente baleado na noite deste domingo (12), no Jardim Cruzado em Ibaté.

Segundo boletim de ocorrência a GCM foi acionada para ir até a Rua Ibitinga atender um chamado de violência doméstica e ao chegarem a mulher de 32 anos teria dito que ela e o companheiro de, 24, tomaram bebida alcoólica. Em seguida o rapaz começou a discutir e agredir a vítima com ela por ciúmes.

Com medo ela teria ido para a casa de familiares e ele permaneceu revoltado no local e começou colocar fogo na roupa dela, mas horas depois, ao retornar para a casa, a mulher disse que viu as roupas queimadas. O homem retornou para casa e viu os guardas conversando com a vítima e teria se assustado.

O agressor tentou deixar o local, caiu e foi abordado, neste momento pelo menos 50 moradores teriam se revoltado com os agentes e tentaram impedir a prisão do acusado. Um deles foi tirar satisfação com os guardas e estaria armado com facas e elas acabaram caindo.

Foi preciso usar força física e não sabendo da intenção sobre o uso das armas brancas, os GCMs entraram em luta corporal para tentar recuperá-las. O suspeito que portava os objetos teria sido detido e os populares começaram a arremessar pedras e um tijolo teria acertado a cabeça de um dos guardas.

O agente ficou ferido sacou a arma e fez quatro disparos, alegando não saber a direção, dizendo apenas que estava desorientado e desequilibrado, devido aos ferimentos. Ele ainda tentou fazer mais disparos para o alto e os moradores se foram embora.

O GCM, foi socorrido ao Hospital Hermínia Morganti e recebeu oito pontos, depois chegou a informação que os disparos acabaram acertando uma pessoa. Porém, a vítima não soube dizer se os tiros saíram da arma do guarda ou de algum desconhecido.

Diante dos fatos todos os envolvidos foram levados para delegacia e tanto as facas como a arma do agente foram apreendidas e vão passar por perícia. Uma GM ainda teve sua mochila furtada durante a ocorrência. 

O pai da vítima baleada informou que o filho estava em estado estável na Santa Casa de São Carlos e permanece internado. 

NOTA DA GUARDA MUNICIPAL
 

“A Guarda Civil Municipal de Ibaté informa que, na noite do dia 12 de maio, por volta das 21h50, foi acionada através do número de emergência 153 pela suposta vítima para intervir em um caso de violência doméstica no bairro Jardim Cruzado. Ao chegar ao local, as equipes depararam-se com uma cena alarmante: uma residência com diversos objetos danificados e roupas queimadas, indicando um episódio de agressão física e incêndio criminoso por parte do marido contra sua esposa.

Ao avistar o suspeito nas imediações da residência, nossas equipes prontamente agiram, ordenando sua abordagem. Infelizmente, o suspeito desrespeitou a ordem de parada, empreendendo fuga. Após uma breve perseguição, o indivíduo foi detido. Contudo, durante essa operação, um segundo indivíduo armado com duas facas tentou interferir, resistindo à abordagem e agredindo um dos guardas.

A situação rapidamente escalou quando diversas pessoas se aglomeraram em torno das equipes, proferindo insultos e lançando objetos, inclusive pedras, em direção aos guardas. Infelizmente, um dos guardas foi atingido na cabeça por um tijolo, resultando em uma lesão grave, que exigiu intervenção com disparos de arma de fogo para dispersão. O guarda foi socorrido pela própria equipe para o Hospital, onde recebeu atendimento médico e foi necessário realizar vários pontos.

Posteriormente, no hospital, um indivíduo com ferimentos de bala de origem desconhecida deu entrada, sendo posteriormente transferido para São Carlos. Todas as circunstâncias desse incidente foram apresentadas à autoridade competente para investigação e providências cabíveis.

A Guarda Civil Municipal de Ibaté reitera seu compromisso com a segurança e a proteção da comunidade, agindo sempre dentro dos limites da lei e em conformidade com os procedimentos operacionais padrão. Nosso desejo é que situações como essa sejam resolvidas de forma pacífica e que todos os envolvidos recebam a assistência e o acompanhamento necessários”.



A Polícia Civil de Ibaté vai investigar o caso. 

Com informações: São Carlos Agora e Rota das Notícias Ibaté.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90