Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
07/02/2024 às 19h05min - Atualizada em 07/02/2024 às 19h05min

Carnaval consciente: entenda por que segurar o xixi pode fazer mal à saúde

Especialista explica ainda porque o consumo de bebida alcoólica dá mais vontade de urinar e quando pode ser um sinal de desidratação

Foto Ilustrativa/Freepik
  • Quer ficar por dentro das últimas novidades em tempo real? Participe da nossa Comunidade do WhatsApp.
  • Siga nossas redes sociais Facebook Instagram.




Conhecido como a maior festa do Brasil, o carnaval é uma época em que muitas pessoas aproveitam para celebrar junto aos amigos, consumindo cerveja e demais bebidas alcoólicas. No entanto, o nefrologista Henrique Carrascossi alerta que existe ainda outro hábito muito comum durante as festas que pode ter implicações negativas para a saúde: segurar o xixi.

 

“Seja por vergonha, falta de acesso a banheiros adequados ou simplesmente por não querer interromper a diversão, esse hábito é muito prejudicial à saúde, pois ao reter a urina por muito tempo, aumenta-se a pressão dentro da bexiga, o que pode levar a problemas como infecções urinárias e até mesmo danos aos músculos do órgão”, diz Carrascossi.
 


O nefrologista também explica que o aumento do consumo de bebidas alcoólicas costuma intensificar a necessidade de urinar, já que o álcool exerce um efeito diurético ao inibir o hormônio ADH, o que automaticamente eleva a produção de urina pelo organismo. “Ou seja, mais um motivo para não segurar o xixi, já que o corpo estará produzindo e segurando muito mais urina do que o normal”.
 


Dicas para um carnaval mais consciente

 


Diante dessas informações, Henrique Carrascossi oferece algumas orientações para garantir um carnaval mais consciente, que respeite as necessidades do próprio corpo, auxiliando na manutenção da boa saúde:

  • Hidratação adequada: manter-se hidratado, especialmente se estiver consumindo álcool, irá compensar a perda de líquidos;
  • Não segurar o xixi: novamente, caso haja vontade de urinar, não hesite em procurar um banheiro;
  • Moderação no consumo de álcool: consuma com cuidado, e esteja ciente de que o excesso pode aumentar a produção de urina, elevando também a necessidade de hidratação, além de outras necessidades do corpo.



Para o nefrologista, não apenas durante o carnaval, mas em todas as festas, o mais importante é aproveitar de maneira consciente e segura, priorizando a saúde e o bem-estar. “Segurar o xixi pode parecer inofensivo na hora, mas a longo prazo, pode contribuir para problemas de saúde indesejados, portanto, ouça seu corpo e cuide-se durante as celebrações”.


 

  • Henrique Carrascossi é médico nefrologista formado pela Faculdade de Medicina de Catanduva, com residência médica e título de especialista em nefrologia pela Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) e Associação Médica Brasileira (AMB).
  • Atualmente, é preceptor do internato médico da Universidade de Araraquara (UNIARA) e do programa de residência médica em clínica médica da Comissão Nacional de Residência Médica (CNRM).
  • Também atua como médico coordenador assistencialista da enfermaria de clínica médica do Hospital de Ensino e da unidade de urgência e emergência da Santa Casa de Araraquara, além de coordenar o Instituto do Rim Carrascossi, onde oferece a seus pacientes o diferencial da diálise peritoneal (em substituição da hemodiálise).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90