22/04/2021 às 19h08min - Atualizada em 22/04/2021 às 19h08min

Araraquara começa tratamento com plasma para pacientes com Covid-19

Iniciativa tem parceria com Unimed e Unesp; tratamento será feito em pacientes a partir de 40 anos de idade com comorbidades

A Prefeitura de Araraquara e o Instituto Butantan estão dando início à utilização de plasma convalescente para tratamento de pacientes com diagnóstico de Covid-19. A terapia será oferecida mediante critérios clínicos.

 

Desenvolvida pelo Instituto Butantan, a estratégia terapêutica será aplicada em moradores de Araraquara a partir de uma parceria firmada com a Unimed e a Unesp da cidade.

 

O tratamento está disponível para pacientes com 40 anos de idade ou mais, com comorbidades (hipertensão, diabetes, cardiopatias, pneumopatias, obesidade, doença renal crônica, doença hepática e imunossuprimidos) e que estejam entre o primeiro e o quarto dia do início dos sintomas.

 

Os pacientes devem ser encaminhados pela UPA da Vila Xavier (Polo de Atendimento Covid em Araraquara) e o tratamento será feito no Centro Epidemiológico Unimed, localizado em área anexa ao Centro Unimed de Qualidade de Vida – Univida, que fica no antigo Hospital Canasol, localizado na Rua Papa João Paulo I, 1400, no Jardim Higienópolis.

 

Como funciona o tratamento

 

Embora até o momento não exista terapia específica contra a Covid-19, o tratamento com plasma convalescente tem trazido bons resultados, conforme apontam diferentes estudos, de acordo com o Instituto Butantan.

 

O plasma, que é a parte líquida do sangue, é retirado de voluntários já curados da Covid-19 e aplicado no paciente infectado.

 

Os anticorpos presentes no plasma estimulam o organismo infectado a se defender da doença, até que o organismo afetado tenha tempo de reagir e montar a sua resposta imune.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »