Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
16/09/2021 às 08h26min - Atualizada em 16/09/2021 às 08h26min

Envelhecimento facial: entenda como procedimentos estéticos minimamente invasivos auxiliam na prevenção de rugas, flacidez e outras marcas de idade

Farmacêutica explica como essas técnicas são aplicadas e o tempo de duração dos resultados

Foto: Canva/ Ilustração

O envelhecimento facial faz parte do desenvolvimento natural da pele de todas as pessoas e é o principal motivo da procura por tratamentos estéticos. Segundo a farmacêutica esteta Alessandra Custódio, os procedimentos mais procurados pelos pacientes são aqueles que atuam na prevenção do envelhecimento precoce da pele e no tratamento do rejuvenescimento facial.


“Popularmente conhecida como Botox, a toxina botulínica é um desses métodos, assim como os preenchedores faciais temporários com ácido hialurônico e o bioestimulador de colágeno. São intervenções minimamente invasivas, que agem de forma diferente, mas se complementam a fim de prevenir um envelhecimento precoce”, diz a profissional.


A farmacêutica ainda explica que embora seja necessário uma análise facial individualizada de cada paciente, a utilização de Botox e de preenchedores geralmente é indicada a partir dos 25 anos de idade, enquanto o uso de bioestimuladores é mais comum após os 30.

 

A técnica aplicada irá depender de como se apresentam as rugas dinâmicas, da presença de rugas estáticas ou sulcos já existentes, da queda na produção de colágeno, entre outras características comuns do envelhecimento facial.”


No que diz respeito às contraindicações, Alessandra alerta que todos os procedimentos devem ser evitados caso o paciente esteja apresentando alguma infecção, inflamação ou qualquer outra anormalidade no local da aplicação ou proximidades.

 

Já os pacientes que se encontrem em tratamento com alguns antibióticos específicos ou drogas que interfiram diretamente na transmissão neuromuscular não podem fazer aplicação de Botox.”

 


Em observação a todos esses procedimentos, Alessandra comenta que a periodicidade na aplicação da toxina botulínica é a cada seis meses, enquanto o bioestimulador deve ser reposto uma vez ao ano e os preenchedores variam no tempo de degradação, mas geralmente duram em torno de doze meses.


Atuação dos procedimentos


Cada tratamento atuará de uma maneira diferente, variando não apenas de acordo com as características individualizadas de cada indivíduo, mas também seguindo os aspectos de composição e finalidade de cada técnica aplicada.

 

  • Toxina botulínica: Atua paralisando a musculatura da região onde é aplicada e evita a formação de rugas estáticas;
  • Bioestimuladores de colágeno: como o próprio nome já diz, esse procedimento irá estimular a produção de colágeno do organismo a fim de repor o colágeno perdido ao longo dos anos, melhorando a flacidez, qualidade e a sustentação da pele do paciente;
  • Preenchedores: Esse método irá preencher rugas e sulcos como olheiras, bigode chinês; reestruturar a face quando aplicado em regiões como zigomático; dar volume como nos preenchimentos labiais e até mesmo contorno, como é o caso do preenchimento mandibular e mento.



“Dessa forma, esses tratamentos pretendem atuar junto as transformações do rosto ao longo dos anos, melhorando as características naturais da face, prevenindo o envelhecimento precoce da pele, através dos resultados naturais que eles proporcionam desde que indicados corretamente”, diz Custódio.

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Araraquara Agora Publicidade 1200x90