c.id = "CleverCoreLoader47680"; c.src = "//scripts.cleverwebserver.com/02461c5130daee73a8c73a51060e2adc.js"; c.async = !0; c.type = "text/javascript"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
12/01/2022 às 08h39min - Atualizada em 12/01/2022 às 08h39min

Estudante tem Rede Social invadida por golpistas

Estelionatários realizavam venda falsa de produtos. Uma das vítimas do golpe perdeu R$2 mil

Direto da Redação

Uma estudante, de 26 anos, moradora do bairro do Carmo, procuro o plantão policial na tarde desta terça-feira (11), pois estelionatários utilizaram seu CPF para criar uma conta digital com intuito de praticar golpes, por meio das suas redes sociais (Instagram e Facebook).

 

Segundo o boletim de ocorrência, os golpistas utilizaram suas redes e se passando por ela e aplicavam golpes de vendas de produtos.

 

Os produtos, falsamente vendidos, eram iphone, televidor e geladeira, como se ela estivesse vendendo.

 

A estudante também alertou que “nos anúncios e conversas, o golpista se passava por ela. Por conta dos anúncios falsos, várias pessoas já caíram no golpe”, diz no boletim.

 

Uma das vítimas, uma estudante de 23 anos, procurou a polícia para relatar que caiu no golpe e transferiu RS2 mil para uma conta bancária que era registrada em nome de uma mulher.

 

As vítimas foram orientadas a registrar boletim de ocorrência para que o caso seja investigado.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »