18/06/2020 às 07h29min - Atualizada em 18/06/2020 às 07h29min

Araraquara confirma mais 35 casos e total vai a 670

A Prefeitura de Araraquara confirmou na manhã desta quinta-feira (18) mais 35 casos positivos do novo coronavírus. Com esse resultado a cidade alcança as 670 notificações positivas desde o início da pandemia.

Segundo a secretária de Saúde, Eliana Honain, foram enviadas 105 amostras para o laboratório da Unesp. Os números completos com a quantidade de pacientes internados, recuperados e os que estão na UTI serão divulgados ainda hoje.

Região

A região de Araraquara possui 905 casos de coronavírus notificados desde o início da pandemia, sendo que do total, 667 já são considerados curados. Com isso, os números a recuperação dos pacientes é de aproximadamente 70%. A análise é feita com base em 11 cidades que compõem a área de cobertura do Portal Araraquara Agora. Além disso, vale ressaltar que entre os municípios, 12 mortes decorrentes de coronavírus já confirmadas. 

Entre as 11 cidades, Araraquara é a que mais teve casos até o momento, com 635 confirmações, sendo 173 ativos, ou seja, que ainda permanecem em quarentena. Do total de resultados positivos, 455 são considerados curados. No entanto, há ainda cem amostras que aguardam o resultado de exames e a cidade já teve sete vidas perdidas por conta da Covid-19. 

Leia mais:

Receita Federal de Araraquara descobre fraude de R$ 10 milhões e envolve até mil contribuintes

Araraquara continua com o pior isolamento social de São Paulo

Michele e mais 7: o drama de uma família contaminada pelo coronavírus

Comércio de Araraquara passa a atender presencialmente por 4 horas diárias

Por outro lado, se Araraquara é a que mais sofre com a Covid-19, a pequena Trabiju, com pouco mais de mil habitantes, teve apenas um registro da doença, que já está recuperado. A única confirmação, divulgada no boletim epidemiológico local do dia 16 de maio, saiu da quarentena no dia 25 de maio e, desde lá, o município não teve mais casos do coronavírus. 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »