Araraquara Agora Publicidade 1200x90
Araraquara Agora Publicidade 728x90
30/11/2022 às 10h56min - Atualizada em 30/11/2022 às 10h56min

USP 2023 – Primeira fase da prova da Fuvest ocorre no dia 4 de dezembro

Especialista comenta as especificações do exame e mudanças realizadas pela universidade em relação ao Enem

Foto: Marcos Santos/ USP

Leia ainda:
Prefeitura de Araraquara abre concurso público na área de educação para níveis fundamental, médio e superior.




A primeira fase do vestibular da USP (Universidade de São Paulo) acontecerá no dia 04 de dezembro, próximo domingo. Segundo a prof.ª Ana Paula Franzini Otrenti, trata-se de um dos exames mais esperados pelos candidatos, pois a instituição é reconhecida como uma das melhores redes de ensino superior.

 

Conforme o ranking Universitário Mundial – World University Rankings – realizado pela The Times Higher Education – consultora britânica, a USP foi classificada como a melhor Universidade latino-americana.


Para 2023, a USP anunciou a troca do Sisu para um novo modelo de ingresso via Enem. A modalidade chama-se Enem-USP e passa a valer para o vestibular deste ano. Carlos Gilberto Carlotti Junior, reitor da universidade explicou que o objetivo da mudança foi alinhar a entrada de todos os estudantes, pois candidatos convocados pelo Sisu iniciavam o ano letivo com atraso em comparação aos aprovados pela Fuvest.

 

“Ao todo serão 2936 vagas destinadas para o Enem-USP, isto é, a mesma quantidade de vagas que eram previstas para o Sisu. Ademais, a Fuvest será a responsável por organizar as notas e convocações dos estudantes inscritos pela nota via Enem”, comenta Ana Paula.


Outra Mudança trazida pela universidade é a de que todo candidato irá concorrer às vagas de ampla concorrência, mesmo que esse tenha interesse às vagas reservadas à escola pública ou às PPI (pretos, pardos e indígenas). A professora explica que se o candidato não for aprovado nas vagas de ampla concorrência, ainda poderá disputá-las por meio das cotas.

 

O objetivo dessa alteração é o de corrigir eventuais distorções e o de ampliar as possibilidades de os candidatos EP (escolas públicas) e PPI, pois terão a possibilidade de disputar duas vezes a vaga para a carreira desejada.”


 

 

Sobre a prova da 1ª fase e o que levar

 


O exame da Fuvest é dividido em dois momentos, com a 1ª fase de múltipla escolha e a 2ª fase com questões discursivas e redação. Na 1ª fase há 90 questões as quais envolvem as seguintes disciplinas: português (gramática, interpretação de texto e literatura), inglês, história, geografia, matemática, física, química e biologia. A prova é de 5 horas de duração.


A professora Ana Paula reforça que o candidato deve levar, em ambas as fases, documento original de identidade com foto, cartão de confirmação da inscrição impresso e caneta de tinta azul transparente.

 

Ainda é permitido lápis, borracha, apontador e régua transparente. Vale lembrar ainda que há questões interdisciplinares dentre as 90 questões.


Ana Paula entende que o vestibular da Fuvest é mais conteudista, portanto, o candidato deve estudar bem o perfil da prova e prestar atenção na forma como são elaborados os enunciados de cada disciplina, além de atentar-se a questões de vocabulário.

 

“O ideal é que, nessa semana, o vestibulando analise as provas dos últimos três anos, cautelosamente, e treine-as a fim de ir mais preparado com o perfil da banca avaliadora e atento ao tempo que leva para a resolução das questões, assim também se evita problemas com a administração do tempo para a realização da prova”, orienta.


 

 

Língua Portuguesa

 


No que diz respeito à disciplina de língua portuguesa, Ana Paula Franzini Otrenti destaca a realização de um levantamento da porcentagem de questões da última prova – 15 questões, sendo 70% voltadas para interpretação de texto, 20% à gramática e 10% à literatura. “A Fuvest cobra bastante a gramática textual, isto é, as questões envolvem sempre o texto e dentro deste, com base nas alternativas é solicitada a análise gramatical.”

 

Dentre os conteúdos gramaticais mais cobrados estão: semântica das conjunções, funções do “que”, pronomes, regência verbal e nominal, concordância verbal, pontuação, uso de artigos dentro da função textual, advérbios, processo de formação de palavras análise sintática e morfossintática.


Na primeira fase, geralmente, as questões de literatura estão mais direcionadas à interpretação de textos e há trechos das obras da Fuvest, para o candidato analisar conforme a característica do período literário e do autor. Lembrando que para a 2ª fase, as questões de livros são mais específicas e mais conteudistas, por isso é fulcral a leitura e estudo das obras literárias solicitadas pela banca examinadora.

 

 

Número de Inscritos, cursos mais concorridos e candidatos

 


Para o ano de 2023 a USP possui um total de 11.147 vagas, distribuídas entre os 184 cursos oferecidos pela universidade. Vale ressaltar que 4.961 vagas são destinadas à ampla concorrência e 1096 para candidatos EP e PPI. As demais vagas serão destinadas ao novo sistema Enem-USP. Essa mudança vale somente para a USP.


Neste ano, as carreiras mais concorridas são Medicina em São Paulo, Ribeirão Preto e Bauru, respectivamente. Em seguida, os cursos de Psicologia e Relações Internacionais são os mais disputados. Este ano são 4 mil candidatos a mais que irão realizar a prova da Fuvest, o número de candidatos inscritos é de 114.432, sendo o número de treineiros de aproximadamente 10 mil inscritos.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »