21/07/2020 às 08h38min - Atualizada em 21/07/2020 às 08h38min

Boa Esperança do Sul, a cidade sertaneja da região, completa 122 anos

Por Rian Fernandes

Boa Esperança do Sul foi formada às margens do Rio Boa Esperança, que atualmente corta a cidade, em volta de uma capela em 1887 no território que ainda fazia parte de Araraquara, chamado na época de "Patrimônio da Capela de São Sebastião". No entanto, em 1898 Boa Esperança foi emancipada e em 1944, passou a se chamar Boa Esperança do Sul, colecionando com o decorrer do tempo muitas histórias e uma vasta riqueza cultural, que completam nesta terça-feira (21), 122 anos. 

Brasão Boa Esperança do Sul

Brasão Boa Esperança do Sul

O brasão da cidade representa muito bem toda a história e as origens do município, que no passado vivia do campo, com fácil visibilidade pelo verde e elementos que representam a laranja e a cana-de-açúcar. Porém, a riqueza cultural de Boa Esperança do Sul também se estende na música, no sertanejo mais especificamente, que sempre contou a vivência das pessoas do interior, do verde, enfim, do próprio campo. 

Leia também:

No aniversário de Boa Esperança do Sul, cidade ganha portal de notícias

A cidade que completa 122 anos de história coleciona artistas do sertanejo raiz que fizeram sucesso, não somente na região, mas também no Brasil. Paganelli e Pontel, Galvão e Galatti, Carlinhos Lima, Miguel Costa são apenas alguns dos nomes artísticos que marcaram a história do município, o último, inclusive, já com matéria no próprio Araraquara Agora (confira clicando aqui). 

Além disso, muitas outros personagens de sucesso já tiveram histórias para contar no município, como Cezar & Paulinho e o eterno Tião Carreiro, que chegou a visitar Boa Esperança do Sul com um antigo e admirável Opala.

E, claramente que Benedito Seviero também não poderia ser esquecido. Importante compositor da música sertaneja, Benedito nasceu em Trabiju, é verdade, no entanto o atual município era distrito da histórica Boa Esperança do Sul. Ao longo de sua carreira, diversas músicas foram gravadas com variados nomes de sucesso, como Bruno e Marrone, Mato Grosso & Mathias, João Mineiro e Marciano, Chitãozinho e Xororó e tantos outros.

Porém, quando se fala em Benedito Seviero, é impossível não se lembrar da famosa "Boate Azul", música popularmente conhecida que virou praticamente um hino do sertanejo raiz  e que foi composta por ele.   

Hino de Boa Esperança do Sul

Agora, saindo do "hino do sertanejo raiz" e indo para o de Boa Esperança do Sul, toda a letra conta a história da fundação da cidade. No entanto, ainda assim, o canto não se separa do sertanejo, visto que além de ter o histórico do interior e do campo um dos escritores é o próprio Miguel Costa, compositor sertanejo local.

Para a produção, uma parceria foi formada com Luiz Antônio, e o hino está estampado na página da internet do município, além de estar marcado na história de Boa Esperança do Sul. 

Mudanças na cidade

Fato é que com tantas histórias, a cidade passou por várias mudanças ao longo do tempo. Muitas delas, representadas em fotos fornecidas por moradores antigos, que mostrava como eram os edifícios da época, as ruas e até um dos principais marcos da cidade, o Timburi, ou como é queridamente chamada, a "Arvrona". 

O Timburi (Enterolibium Contortisiliquum) não é uma árvore mais velha que a cidade, como contam alguns mitos, porém fato é que ainda assim a idade ganha destaque, visto que a plantação ocorreu em 1948. 

Durante a época de Natal, por exemplo, o Timburi marca presença na cidade, pois já virou tradição os enfeites com luzes natalinas que brilham no tronco da árvore. 

[gallery columns="2" ids="11418,11419"]

E claro que além dos registros do Timburi, outras imagens também marcaram o passado em Boa Esperança do Sul e atualmente trazem lembranças para antigos moradores. Já aos habitantes mais novos, as fotografias despertam a curiosidade sobre como eram os locais do município nos anos anteriores. 

Confira outras imagens:

[gallery size="full" ids="11425,11424,11423,11426,11427,11428,11429"]

*Fotos cedidas por moradores da cidade e/ou reproduzidas da internet

 

 

 

 

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »