c.id = "CleverCoreLoader47680"; c.src = "//scripts.cleverwebserver.com/02461c5130daee73a8c73a51060e2adc.js"; c.async = !0; c.type = "text/javascript"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
18/03/2020 às 08h00min - Atualizada em 18/03/2020 às 08h04min

Por enquanto, comércio de Araraquara não fecha

Apesar da apreensão geral por causa do novo coronavírus, o comércio de Araraquara não deve fechar suas portas, pelo menos por enquanto. É o que afirma o Sindicato do Comércio Varejista de Araraquara.

As ruas já estão mais vazias e alguns empresários já esperam queda nas vendas nesse período que antecede a Páscoa. A época é uma das mais importantes para o faturamento, mas fechar seria ainda pior, segundo Antônio Deliza NETO,  presidente do Sincomercio: "Estamos extremamente apreensivos com tudo que está acontecendo. Nossa idéia é não fechar porque teremos muitas dificuldades pela frente", avalia ele.

Por enquanto as lojas seguem funcionando de segunda a sexta-feira das 9h às 18h e aos sábados das 9h às 17h. Também foram adotadas medidas de prevenção como a disponibilização de álcool em gel para clientes e funcionários e redobrada atenção com a limpeza e higiene.

Além da questão de saúde pública,  que julga importantíssima,  Toninho Deliza, analisa que se o comércio fechar numa possível quarentena, alguns podem nunca mais abrir as portas.

"Nós temos salários para pagar, aluguel, despesas, fornecedores e impostos. As medidas que possivelmente serão adotadas pelo Governo Federal não serão capazes de manter nossos negócios vivos e atuantes", prevê o presidente do Sincomercio.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »