c.id = "CleverCoreLoader47680"; c.src = "//scripts.cleverwebserver.com/02461c5130daee73a8c73a51060e2adc.js"; c.async = !0; c.type = "text/javascript"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
06/06/2024 às 11h16min - Atualizada em 06/06/2024 às 11h16min

Teste de DNA: saiba quem pode participar de Mutirão de Identificação de Paternidade em Araraquara

Testes serão gratuitos; inscrições terminam no dia 10 de junho

Foto Ilustrativa/Marcelo Camargo por Agência Brasil



Leia Ainda:
De Graça: Espaço Kaparaó está com inscrições abertas para curso livre de jardineiro.
Dia dos Namorados: Sincomercio divulga horário de abertura das lojas em Araraquara.




Estão abertas até a próxima segunda-feira, 10 de junho, as inscrições para os interessados em participar do "Mutirão de Identificação de Paternidade: É Direito Meu! (Re)conhecimento". As inscrições podem ser feitas pelo Link ou na página principal do site da Prefeitura.

 

Para a inscrição no mutirão, será necessário:

  • RG ou CPF;
  • Comprovante de endereço;
  • Telefone e um e-mail para contato.

 

É preciso ainda se enquadras em dois critérios básicos:

  • Renda mensal de até três salários mínimos;
  • Aceitação de todas as partes (filhos, mãe e possível pai) sobre a realização do exame. Após o preenchimento do cadastro, a Defensoria entrará em contato para maiores esclarecimentos, inclusive sobre a data do mutirão.

 

 

 

Mutirão

 

 

O mutirão será realizado em Araraquara no dia 15 de junho, às 8h, na sede da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, localizado na Rua São Bento, 1725, Centro, por meio de uma parceria entre Prefeitura, Câmara Municipal, Defensoria Pública do Estado de São Paulo e Unesp.





Coleta



O exame é simples e não exige preparação, apenas uma gota de sangue. A coleta será realizada em local reservado, de forma a garantir a privacidade dos participantes. Para a coleta, não há necessidade de jejum.

 

Os envolvidos (mãe, filhos e o suposto pai) deverão, obrigatoriamente, estar presentes, munidos de documentos pessoais com foto e Certidão de Nascimento dos menores de 18 anos.

Menores de idade ou pessoas com deficiência deverão estar acompanhados pelo responsável legal ou portando documentos que comprovem a sua condição.

 

Para o caso de suposto pai falecido, será necessário o comparecimento da mãe e dos filhos, assim como também dos parentes de primeiro grau do falecido, tais como pais (supostos avós paternos, preferencialmente), irmãos (por parte de pai e mãe) e filhos (com suas genitoras).

 

Posteriormente, os envolvidos serão convocados pela Defensoria para entrega do resultado e esclarecimentos sobre futuras providências.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »