c.id = "CleverCoreLoader47680"; c.src = "//scripts.cleverwebserver.com/02461c5130daee73a8c73a51060e2adc.js"; c.async = !0; c.type = "text/javascript"; c.setAttribute("data-target", window.name); c.setAttribute("data-callback", "put-your-callback-macro-here"); try { a = parent.document.getElementsByTagName("script")[0] || document.getElementsByTagName("script")[0]; } catch (e) { a = !1; } a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);
01/04/2020 às 19h16min - Atualizada em 01/04/2020 às 20h46min

Prazo para declaração do imposto de renda é adiado para 30 de junho

O secretário Especial da Receita Federal, José Tostes, divulgou no começo da noite desta quarta-feira (1º) que o Governo Federal decidiu prorrogar o prazo final para a declaração do imposto de renda. O contribuinte, que deveria finalizar e enviar o processo no dia 30 de abril terá agora até o dia 30 de junho, ou seja, mais 60 dias. Até agora 8,8 milhões de declarações já foram entregues. São 400 mil a mais do que no mesmo período do ano passado, cerca de 27% do volume total esperado. Apesar dos bons indicadores, segundo Tostes, é preciso dar mais tempo para o contribuinte. "Estamos recebendo relatos de pessoas que estão isoladas em casa e seus documentos estão na empresa, no escritório, pessoas com dificuldades para conseguir documentos com clínicas, seguradoras, enfim a dificuldade momentânea de conseguir esses documentos então nós decidimos dar mais tempo", justificou ele. O secretário, no entanto não citou se haverá mudanças no sistema de pagamento das restituições.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »