02/05/2020 às 21h14min - Atualizada em 02/05/2020 às 21h26min

Araraquara e Matão registram isolamento social acima de 50% durante feriado

Por Brenda Bento

Araraquara registrou 52% de índice de isolamento social durante o feriado do Dia do Trabalhador na sexta-feira (1º), de acordo com o Sistema de Monitoramento de Inteligência (Simi).

Durante o feriado, a maioria dos supermercados estiveram fechados no município, o que pode ter contribuído com o aumento do índice de isolamento social.

No dia anterior, quinta-feira (29), o município registrou 40% de isolamento social, índice mais baixo durante todo mês de abril.

Em Matão a situação não foi diferente. Durante o feriado na sexta-feira, o índice registrou uma taxa de isolamento de 51%, menor do que a registrada em Araraquara.

Já no dia anterior, véspera de feriado, Matão registrou um índice de 42% de isolamento social, que assim como em Araraquara, também foi o menor registrado durante o mês de abril. 

Segundo o coordenador do Centro de Contingência do coronavírus em São Paulo e médico infectologista, David Uip, a adesão ideal para controlar a disseminação da covid-19 é de 70%.

Monitoramento

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

O Governo do estado utiliza o sistema de monitoramento em 104 cidades com mais de 70 mil habitantes.

O Simi-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Estado possa consultar informações agregadas sobre deslocamento nos 645 municípios paulistas. As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »